Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

“Vi a queda”, diz dono de terreno onde avião de Marília caiu

_________________Publicidade_________________

O empresário Aníbal Martins Julião Júnior, dono do terreno onde o avião de Marília Mendonça caiu – matando a cantora e mais 4 ocupantes, afirmou em entrevista ao jornal O Globo ter visto a queda do bimotor na sexta-feira, 5, na cidade mineira de Caratinga. “Foi trágico e muito rápido”, lembra.

Os funcionários de Aníbal, que trabalhavam próximos das torres de energia, testemunharam o momento em que o avião bateu em um cabo; essa colisão é uma das hipóteses que podem explicar como o acidente ocorreu. “Os meus empregados gritaram quando viram o avião bater no cabo e eu me virei a tempo de ver a queda”, conta o empresário.

Aníbal foi uma das primeiras pessoas a acessar o local da tragédia e chamar o resgate. Ele conta o que viu logo que chegou: “Havia um cheiro forte de querosene no ar. Conseguíamos visualizar os dois pilotos pela janela, já os passageiros estavam com as persianas de suas janelas abaixadas”. O dono do terreno só soube que a aeronave levava a cantora horas depois por meio de redes sociais.

Investigadores do Cenipa recolhem itens de dentro do avião
Investigadores do Cenipa recolhem itens de dentro do aviãoFoto: Washington Alves / Reuters

Ainda segundo o empresário, a tragédia poderia ter sido ainda maior. “Um dos motores caiu apenas 30 metros de distância da casa do dono de um hotel-fazenda vizinho”, detalha. Ele também ressalta a possibilidade do bimotor ter explodido – o que pode não ter ocorrido pelo fato de o avião ter caído em uma região de cachoeira. A água pode ter resfriado a fuselagem e dissipado o combustível. “Acredito que tenha sido isso que impediu uma tragédia maior. No primeiro momento, não permiti que ninguém chegasse perto dos destroços, pelo risco de uma explosão ou incêndio, que, graças a Deus, não ocorreu”.

Via-Terra Brasil Notícias

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas