Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Vestidos de preto, professores fecham a Avenida Brasil, no Centro

_________________Publicidade_________________

Vestidos de preto, com faixas e carros de som, servidores da Educação fecharam nesta terça-feira, 8, a avenida Brasil, no Centro de Rio Branco, cobrando que o governo apresente as propostas para a categoria deliberar.

As categorias formadas por professores e trabalhadores de apoio, estão em greve desde o dia 13 de maio. Com o protesto dos servidores, o trânsito ficou bastante lento no Centro, já que as vias não estavam preparadas para o protesto.

A categoria pleiteia a reestruturação do Plano de Cargos e Carreiras (PCCR), o pagamento do Prêmio Anual de Valorização e Desenvolvimento Profissional (VDP) e a vacinação prioritária dos professores contra a Covid-19 e dentre outras pautas.

Os servidores continuam em greve apesar do governador Gladson Cameli e da atual Secretária de Educação, Cultura e Esportes, Socorro Neri terem anunciado que a maioria dos pleitos seriam atendidas. O sindicato alega que ainda não recebeu nada oficialmente, portanto, a greve continuará até a proposta do Governo ser votada pela categoria.

A greve só deverá ter fim após a proposta do Governo do Acre ser deliberada pela categoria e aprovada na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) e sancionada pelo governador Gladson Cameli.

Na semana passada, o governo anunciou reformas das escolas, fornecimento de internet e notebook para professores, plataforma online para conectar professores e alunos e aquisição de máscaras, álcool em gel e termômetros.

Outros investimentos relatados durante a coletiva são o pagamento dos terceirizados, o retorno do adicional do ensino especial, a complementação das jornada dos servidores de apoio e o encaminhamento de um Projeto de Lei para a Aleac em janeiro do ano que vem para que os professores passem a receber auxílio alimentação custeado pelo Fundeb.

via-Ac 24 horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas