18 de maio de 2022   |   18:55  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Vendedor recebe PIX de R$ 275 mil por engano em MT devolve o dinheiro

O consultor de vendas Daniel Franco de Oliveira recebeu um PIX de uma empresa que errou os dados na hora da transferência.

_________________Publicidade_________________

O consultor de vendas Daniel Franco de Oliveira ficou surpreso na última sexta-feira (1º) ao receber em sua conta um PIX inesperado de R$ 275,3 mil. Por ter recebido no ‘dia da mentira’ o vendedor até pensou que era uma brincadeira, mas a bolada na conta era real.

Daniel trabalha em uma academia em Sinop, a 504 km de Cuiabá, e ganha R$ 1,5 mil de salário. Mas não pensou duas vezes, registrou boletim de ocorrências e buscou o dono para devolver os valores.

“Eu recebi uma notificação do banco no dia 1° de abril de um PIX com o valor muito alto”, contou.

A primeira pessoa que ele comentou foi com a chefe. “Eu fiquei muito nervoso e chamei a minha chefe. Primeiro eu tentei me conter e pensei que talvez não possa ser de verdade, talvez possa ser do banco”, pensou.

Ao investigar de onde partiu o dinheiro, Daniel descobriu que o PIX partiu de uma corretora de grãos que errou ao fazer um pagamento. A empresa também é de Sinop.

O supervisor comercial da corretora de grãos, Igor Eduardo Marques, disse que houve um erro de digitação na hora de mandar o PIX. O erro foi identificado posteriormente. “Quando enviamos o comprovante para o fornecedor ele nos disse que estava errado o nome na transferência”, comentou.

Daniel recebeu um PIX de R$ 275,3 mil de uma empresa de Sinop — Foto: g1 MT

Daniel recebeu um PIX de R$ 275,3 mil de uma empresa de Sinop

O representante da empresa informou que tentou contato com o recebedor do PIX, mas não conseguiu.

O especialista em segurança da informação, Hércules Brandão Dias, destacou que a pessoa precisa tomar cuidado com abreviações na hora de mandar o PIX. Segundo ele, homônimos e pessoas com nomes parecidos causam muita confusão.

Afirmou que ao identificar erros o primeiro passo é tentar localizar a pessoa. Caso a pessoa se negue, pode ser apropriação indébita, um crime tipificado no Código Penal.

O PIX foi lançado em outubro de 2020. É uma ferramenta que permite transferência de uma conta para outra a qualquer hora do dia em menos de 10 segundos. Para usar e transferir, basta adicionar a chave de destino.

Devolução

No caso de Sinop, a honestidade falou mais alto. A devolução aconteceu nesta semana, gerando um alívio para o empresário e para o consultor Daniel.

A empresa recompensou Daniel pela atitude. “Não consigo imaginar usando um dinheiro que não é meu”, disse o consultor de vendas.

O representante da empresa destacou que recompensou o consultor de vendas pela boa fé em R$ 3 mil, o dobro do salário de Daniel. “Que seja exemplo para outras pessoas pra quando acontecer este erro”, disse o representante.

Por g1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS