Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Vaza suposta conversa em que faccionado ameaça Frank Lima por assediar mulher

_________________Publicidade_________________

Um vídeo que circula em grupos de Whatsapp na noite desse domingo, 25, mostra o secretário municipal de saúde, Frank Lima, sendo ameaçado por um faccionado em razão de supostamente ter assediado uma mulher de um criminoso.

No vídeo, de 21 segundos, um homem mostra uma arma e ameaça o gestor da saúde, afirmando que a “tropa” está em sua busca. “Esse safado que está talaricando a mulher do nosso irmão, entendeu. Esse tal de Frank Lima, esse safado aí, olha aqui o que nós temos para ele [apontando a arma]. Sabemos onde ele mora, sabe onde é a casa dele. Vamos pegar ele. A tropa está todinha atrás de tu, safado!”, afirmou.


Nos grupos de WhatsApp, circulam prints de uma suposta conversa entre faccionado e o secretário Frank Lima. Nas mensagens, o criminoso afirma que Frank Lima é um bandido e o gestor clama pela sua vida.
Segundo as mensagens, o cara que ameaça o secretário afirma que a mulher em questão seria esposa de um faccionado e cobra um aumento de salário supostamente prometido pelo secretário.




O secretário Frank Lima, afirmou que pedirá uma investigação na Polícia Federal em razão do vídeo e das conversas em que ele aparece supostamente tentando negociar a sua vida. O gestor afirmou que as conversas são montagens grotescas.
“Amanhã cedo vou à PF porque isso passou dos limites. Montagens grotescas e querendo me imputar a facção coisa que não aconteceu. Já passou dos limites da perseguição e tá na hora da PF investigar essas coisas. Amanhã vou pedir que eles tomem providências. Se eles precisarem do meu celular, eu entrego sim. Estão imputando a mim uma conversa que não aconteceu. Vou à PF porque eles são uma instituição que tem condições de fazer um rastreamento e investigação dessa situação toda”, esclareceu Frank Lima.

Via – Ac 24 Horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas