Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Três pessoas envolvidas na morte de freteiro já estão presas

_________________Publicidade_________________

A Polícia Civil através da Delegacia de Combate a Roubos e Extorsões (DCORE), prendeu na noite de quinta-feira, 27, e na manhã desta sexta-feira, 28, três pessoas envolvidas na morte do freteiro Francisco Alves Maia, de 56 anos, que foi encontrado com as mãos amarradas em estado de decomposição dentro de uma cova rasa na manhã de hoje (28), no loteamento Praia do Amapá, no Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo informações da polícia, as prisões que ocorreram no Loteamento Praia do Amapá foi fruto de um trabalho de investigação. O primeiro criminoso preso foi quem teria matado o senhor Francisco e confessado o crime. Na manhã desta sexta-feira, os Policiais Civis conseguiram prender também a mulher que teria ligado pra vítima e pedido para fazer a mudança e um homem que estava vigiando o local aonde Francisco Alves havia sido enterrado.

“As investigações vão continuar no sentido de identificar mais pessoas envolvidas no crime”, disse o responsável pelo inquérito policial, delegado Leonardo Santa Bárbara.

Entenda o caso

O freteiro recebeu uma ligação na manhã de segunda-feira, 24, e por volta das 15h, se deslocou com o seu caminhão para fazer a mudança da casa de uma mulher no loteamento Praia do Amapá, em Rio Branco.

Ao chegar ao local, Francisco foi rendido por criminosos que anunciaram o assalto e roubaram seu veículo. A vítima foi mantida em cárcere privado, em seguida foi torturado até a morte e enterrado em cova rasa numa área de mata.

Familiares ao perceberem o desaparecimento de Francisco, acionaram a Polícia Militar e fizeram uma campanha nas redes sociais em busca de encontrar Francisco.

A polícia informou a reportagem do ac24horas, que câmeras de monitoramento gravaram imagens do caminhão de Francisco passando pelo município de Epitaciolândia, no interior do Acre, a suspeita é que o caminhão tenha sido levado para a Bolívia.

Via-Ac 24 horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas