Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Trabalhador tem dedos decepados por criminosos em Sena Madureira

Um homem identificado apenas como Fábio teve os dedos decepados por criminosos de uma facção no bairro Segundo Distrito, em Sena Madureira. O homem foi condenado pelo Tribunal do Crime Organizado sob acusação de furtar residências durante a alagação.

A reportagem do Ecos da Notícia ouviu policiais militares do 8° Batalhão, que afirmam que a vítima não tem passagem por crime de furto e nem de roubo, e seria um trabalhador do ramal 37, na zona rural de Sena Madureira.

Segundo a polícia, o Corpo de Bombeiros foi acionado socorrer a vítima e pediu apoio para uma guarnição da PM, que acompanhou a ocorrência. A vítima disse apenas que sofreu um acidente de trabalho e foi encaminhado ao Hospital João Câncio Fernandes.

Os PMs, no entanto, descobriram que não seria acidente de trabalho, mas sim um corte proposital. Além disso, a vítima não prestou queixa, mas estava extremamente nervosa. Mesmo com as suspeitas, a polícia conseguiu investigar o caso e descobriram elementos de autoria do fato.

Três pessoas foram presas pela Polícia Militar na manhã desta sexta-feira (12), acusados de tentativa de homicídio em 2020. Os suspeitos presos hoje também são investigados pela sessão de tortura e que resultou na deceptação dos dedos do trabalhador, segundo a polícia.

O trio também é suspeito de pertencer a facção que domina o Segundo Distrito de Sena Madureira, onde os adolescentes Amanda e Tawãn foram mortos e enterrados em uma cova rasa em datas anteriores.

VIA-CONTILNET

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas