Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Talibã não estenderá prazo de 31 de agosto para saída das forças ocidentais

Segundo fontes ouvidas pela agência Reuters, no entanto, nenhum governo ou autoridade ocidental abordou o grupo islâmico para pedir a extensão do prazo

_________________Publicidade_________________

O Talibã não prorrogará o prazo de 31 de agosto para que as forças ocidentais deixem o Afeganistão, disseram duas fontes do grupo islâmico à agência Reuters nesta segunda-feira (23).

As fontes, no entanto, disseram que nenhum governo ou autoridade ocidental abordou o Talibã para estender o prazo.

Também nesta segunda, as forças do grupo islâmico recapturaram três distritos no norte do país que estavam sob controle de milícias locais desde a semana passada, disse um porta-voz.

Os distritos de Bano, Deh Saleh, Pul e-Hesar na província de Baghlan foram tomados por grupos de milícias locais em um dos primeiros sinais de resistência armada ao Talibã desde a tomada da capital Cabul, em 15 de agosto.

Nesta segunda, as forças do Talibã retomaram os distritos e se estabeleceram em Badakhshan, Takhar e Andarab perto do vale de Panjshir, de acordo com publicação no Twitter do porta-voz do grupo, Zabihullah Mujahid.

Forças leais a Ahmad Massoud, filho do comandante mujahideen anti-soviético Ahmad Shah Massoud, se estabeleceram no vale de Panjshir, uma área montanhosa a noroeste de Cabul que resistiu ao Talibã antes de 2001.

Massoud, cujas forças incluem remanescentes do Exército regular do país e unidades de forças especiais, pediu negociações para formar um governo inclusivo para o Afeganistão, mas prometeu resistir se as forças do Talibã tentarem entrar no vale.

(Com informações da agência Reuters)

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas