Receita afirma que só ricos leem, e livros podem perder a isenção tributária

Com a arrecadação a mais, o governo poderá “focalizar” em outras políticas públicas, como ocorre em medicamentos, na área de saúde, e em educação, diz Receita