Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Sob comoção, farmacêutico mais conhecido de Feijó é sepultado após morte trágica

_________________Publicidade_________________

via-contilnet

A sepultura cavada e cuidada fazia pelo menos dez anos no cemitério de Feijó, município distante 350 quilômetros da Capital Rio Branco, foi preenchida na manhã deste domingo (30), quando corpo do farmacêutico José de Freitas Taveira, o homem que cuidara dos preparativos da própria morte, baixou à terra fria. Ele morreu na última sexta-feira (27), vítima de acidente automobilístico na BR-364, quando trafegava em sua moto a caminho de uma chácara de sua propriedade.

Sepultamento ocorreu neste domingo/Foto: reprodução

Desde então, a cidade chora a perda de seu filho ilustre, conforme descreveu o político local conhecido como Pelé Campos, um dos muitos amigos do farmacêutico que atendia, além da comunidade de Feijó, pacientes do município de Envira, no Amazonas. “Foram anos de farmácia e de ajuda a muitas pessoas”, escreveu Pelé campos em suas redes sociais. “O que o Taveira fazia muitos médicos não faziam. O número de que o Taveira ajudou muitos políticos não ajudaram”, acrescentou.

Sepultamento ocorreu neste domingo/Foto: reprodução

Pelé Campos descreveu ao migo como uma pessoa inquieta. Um único homem com múltiplos afazeres, como trabalhar em sua farmácia, atender pacientes em suas casas, dar conta do emprego público no hospital da cidade, cuidar de sua chácara e ainda tocar vários instrumentos. “Era um homem inquieto que, como ele mesmo dizia, estava sempre na correria”, descreveu.

Sepultamento ocorreu neste domingo/Foto: reprodução

“Não é exagero dizer que a morte do Taveira é como se tirasse um pedaço da nossa cidade. É como se faltasse aquela peça pra fechar o quebra cabeça incompleto”, disse Campos. “Minha família sentiu muito porque, além de ter sido o melhor amigo do meu pai, o Taveira sempre estava presente em nossas vidas, principalmente quando minha mãe, assim como muitos feijoenses, dele se socorreu para um atendimento de saúde e medicamento em casa, um verdadeiro luxo que ele fazia a muitos sem distinção de questão financeira”, disse.

Sepultamento ocorreu neste domigno
Via


/Foto: reprodução

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas