Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Servidores da Sefaz aderem à campanha Outubro Rosa

_________________Publicidade_________________

SECOM

Os servidores da Secretaria de Fazenda do Acre aderiram à campanha Outubro Rosa e vieram trabalhar vestindo a cor que simboliza a luta contra o câncer de mama nesta sexta-feira, 15. Na opinião deles, vale tudo para chamar a atenção para a importância de evitar a doença que ainda é o tipo de câncer mais comum entre mulheres no mundo.

O mês de Outubro é conhecido mundialmente como um mês marcado por ações afirmativas relacionadas à prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. Foto: José Caminha/Secom.

A servidora Maria José Dias, fala da intensificação das ações voltadas para a conscientização sobre a importância da prevenção do câncer de mama durante o mês que é dedicado a várias iniciativas que chamam a atenção da população para a prevenção desta doença.

“Estou muito engajada e vejo neste mês empresas e entidades abraçarem a causa. Acho importante estimular nossas colegas e amigas sobre a importância de fazer o autoexame e, principalmente, o exame clínico da mama e a mamografia”, destaca.

O movimento, conhecido como Outubro Rosa, é celebrado anualmente. Foto: José Caminha/Secom.

Com os mais variados tons de rosa, o movimento busca a conscientização de prevenção e combate ao câncer de mama.

O simples ato tem o objetivo principal de dar visibilidade à campanha, que é mundial e serve de alerta às mulheres e à sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

A campanha visa apoiar aqueles que lutam corajosamente contra o câncer de mama e reconhecer todos os sobreviventes da doença, suas famílias e amigos que são uma fonte incansável do amor e incentivo.

O movimento promove a conscientização sobre as doenças, proporcionando maior acesso aos serviços de diagnóstico e contribuindo para a redução da mortalidade da doença. Foto: José Caminha/Secom.

Como forma de prevenção, o autoexame continua sendo uma das maneiras mais eficazes para se descobrir a doença ainda em sua fase inicial. Também é recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia de rastreamento (quando não há sinais, nem sintomas) a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes do surgimento dos sintomas.

Foto: José Caminha/Secom.
Foto: José Caminha/Secom.
Foto: José Caminha/Secom.
Foto: José Caminha/Secom.
Foto: José Caminha/Secom.
Foto: José Caminha/Secom.
Foto: José Caminha/Secom.
Foto: José Caminha/Secom.
Foto: José Caminha/Secom.
Foto: José Caminha/Secom.
Foto: José Caminha/Secom.
Foto: José Caminha/Secom.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas