Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Senamadureirense de escola pública tira 980 pontos na redação do Enem: “Confiei em mim”

Sthefanny é filha da operadora de caixa Alcinira Araújo e moradora do bairro Cristo Libertador

_________________Publicidade_________________

Filha da operadora de caixa Alcinira Araújo, de 37 anos, a estudante Sthefanny Araújo Sá, de 17 anos, aluna do 3º ano do ensino integrado no Instituto Federal do Acre, Campus Sena Madureira, foi uma das que mais se destacaram no resultado da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A acreana obteve 980 pontos no texto dissertativo-argumentativo – faltando apenas 20 para alcançar a pontuação máxima, que é 1000. Essa é a primeira vez que ela faz o Enem.

Sthefanny com os colegas de turma/Foto: Reprodução

Moradora do bairro Cristo Libertador, a senamadureirense sempre estudou em escola pública e disse que o gosto pelos livros é muito presente em sua vida.

“Desde pequena eu gosto muito de estudar, ler os livros antes mesmo de acompanhá-los nas disciplinas da escola”, contou à reportagem do ContilNet.

Quando questionada sobre os recursos que lançou mão para se dar tão bem no certame, Sthefanny comentou que se prepara desde o ano passado para a prova, quando produzia até duas redações por semana e acompanhava pela internet os vídeos gratuitos com orientações.

“Eu treinava redação pelo menos duas vezes por semana e, já na reta final, tirava 5 horas por dia para estudar e me dedicar aos conteúdos, por meio dos livros, questionários e vídeos na internet”, destacou.

Ao saber da notícia, Araújo disse que seu coração bateu forte de tanta alegria. “Eu fiquei tão feliz quando vi minha nota. Mesmo muito feliz e com o coração batendo forte, não conseguia acreditar. Logo contei para minha mãe e compartilhamos a felicidade”, argumentou.

Sthefanny ainda não sabe ao certo qual graduação irá cursar, mas está muito interessada no ramo do Direito e em outros cursos da área de Saúde.

“Sempre fui muito voltada para a área de ciências humanas. Estou pensando em cursar Direito ou outro curso da área de Saúde. Não sei ao certo, ainda”, enfatizou.

A jovem deixou uma mensagem aos que desejam se dar bem nos próximos exames:

“Antes de tudo, confiem em quem vocês são, como eu fiz; depois, estudem o suficiente, preparem-se e leiam muito. Por fim, preocupem-se mais com a qualidade do que com a quantidade”.

Via-Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas