Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Senado convoca Pazuello para explicar sobre disponibilidade de oxigênio no Acre

O ministro da Saúde Eduardo Pazuello foi convocado pelo Senado Federal a dar explicações sobre a disponibilidade de oxigênio nas unidades públicas de saúde do Acre. O chamado foi aprovado nesta segunda-feira (15) por uma comissão temporária que acompanha as ações contra a pandemia de Covid-19. A reunião deve acontecer a qualquer momento.

Na ocasião, Pazuello também deverá falar sobre a possível crise de oxigênio em Rondônia e no Ceará. O requerimento partiu dos senadores Randolfe Rodrigues (Rede), do Amapá, e Styvenson Valentim (Podemos), do Rio Grande do Norte.

“Eu queria sugerir que nas próximas horas o ministro da Saúde ou o responsável pudesse se encontrar conosco, com esta comissão, para dar imediatamente resposta das providências que estão sendo tomadas. O cuidado desse requerimento é para que nós não deixemos que em Rondônia, no Acre, no Ceará e em todo o Brasil se repita uma situação tão dramática como aquela que ocorreu em Manaus no início do ano”, disse Rodrigues.

Na semana passada, a imprensa local e nacional divulgou um informe de representantes das indústrias químicas de que o  Acre só teria oxigênio para mais 13 dias. O estado vive o pior momento da pandemia desde o seu início, em março do ano passado, com hospitais colapsados e mais de 1.100 mortos.

O governo do Acre  conseguiu mais 50 cilindros no sábado (15) para reforçar o estoque. O secretário de Saúde Alysson Bestene garantiu que o estado não viverá o que aconteceu no amazonas, onde dezenas morreram por falta do insumo. O ministro da Saúde, que foi informado do problema dias antes, é investigado por omissão.

Via-Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas