Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Segurança Pública monta plano para evitar tragédia como a de Santa Catarina no AC

A informação foi dada pelo próprio secretário de Segurança Pública em entrevista ao site Acrenews

_________________Publicidade_________________

Após a tragédia ocorrida em Santa Catarina na terça-feira (4), quando um jovem de 18 anos invadiu uma creche e matou cinco pessoas – entres elas, três bebês e professores- o governador Gladson Cameli (Progressistas) e o secretário de Segurança, coronel PM Paulo César, determinaram que a inteligência da segurança trace uma estratégia para garantir a segurança de escolas e creches no estado com a volta às aulas, marcada para segunda-feira (10). A orientação partiu do Ministério da Justiça.

A informação foi dada pelo próprio secretário em entrevista ao site Acrenews.  “Nós recebemos ontem um expediente do Ministério da Justiça e de imediato compartilhamos com as agências locais de inteligência com a orientação de que as unidades regionais façam uma abordagem aquelas escolas que estiverem funcionando, grande maioria das escolas, principalmente as públicas, não estão funcionando, razão pela qual a orientação é que se faça abordagem no tocante a triagem de pessoas nos arredores e no ambiente escolar”, disse o coronel ao AcreNews.

Na entrevista o secretário relembrou um caso ocorrido em 2019, em uma faculdade particular  “Me recordo que em 2019 nós tivemos uma situação bem peculiar, similar. Fizemos uma reunião lá com a direção”.

Os detalhes das operações não foram revelados, mas o secretário adiantou que serão feitas abordagens com o intuito de orientar os gestores “para estabelecer um protocolo, mitigando a entrada de estranhos diante desse episódio”, explicou.

Mas lembrou que não há como prever situações como a que ocorreram. “Foi a atitude adotada porque é como procurar uma agulha no palheiro. Nesse sentido cabe a Segurança Pública nesse primeiro momento orientar os estabelecimentos como se comportar diante de tal situação”.

Entenda o caso em Santa Catarina

Três crianças e duas funcionárias de uma escola infantil de Saudades, no Oeste de Santa Catarina, morreram após um ataque à faca nesta terça-feira (4).

O assassino, um jovem de 18 anos, deu golpes contra o próprio corpo e foi levado em estado gravíssimo para um hospital da região após o crime.

O delegado regional de Chapecó, Ricardo Newton Casagrande, afirmou que o jovem entrou no local e atingiu as vítimas com um facão. (G1)

Via-Contilnet

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas