29 de junho de 2022   |   08:29  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Segundo estudo do SEEG, Acre bate recorde de gases de efeito estufa

Num ranking levantado pelo SEEG, o Acre ocupa a 14ª posição como maiores emissores de gases.

_________________Publicidade_________________

Redação Juruá Online

Efeito estufa é um fenômeno natural essencial para manutenção da vida na Terra. Esse efeito tem-se intensificado em virtude da emissão excessiva de gases à atmosfera. O agravamento do efeito estufa é provocado pela emissão de gases provenientes, principalmente, da ação humana.

Os dados da 2ª edição do Sistema de Estimativas de Emissões de Gases (SEEG), divulgados na segunda-feira (13), apontam que oito (8) dos dez (10) municípios que mais emitem gases de efeito estufa no país, se encontram na Amazônia, sendo o desmatamento a principal fonte do fenômeno.

Segundo o estudo, em 2020 o estado do Acre bateu recorde de emissões de gás de efeito estufa, liberando 59.662.485 toneladas de CO2 assim como outros gases na atmosfera terrestre. No ano de 2018, o estado havia emitido cerca de 32 milhões de toneladas e no ano seguinte, 39 milhões/t.

Num ranking levantado pelo SEEG, o Acre ocupa a 14ª posição como maiores emissores de gases. Os dados levantados cobrem duas décadas (2000-2019), chegando a inclui mais de uma centena de fontes de emissão nos setores de energia, indústria, agropecuária, tratamento de resíduos e mudança de uso da terra e florestas.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS