Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Segunda vítima de acidente de trânsito na Avenida Mâncio Lima no domingo nega que tenha desrespeitado sinalização

Em nota, o motoqueiro Rodrigo Santos, afirma que confia na justiça e o fato da forma que está relatado no boletim não condiz com a realidade não sendo o (Rodrigo) que atingiu o mesmo.

_________________Publicidade_________________

O acidente do último domingo envolveu três veículos, sendo duas motos e um carro. Quem levou a pior foi o jovem Rafael Pereira Lima, que depois de chocar a sua moto em outra e atingir um automóvel, foi parar na UTI do hospital do Juruá onde se encontra em estado grave, precisando inclusive de doação de sangue.

No boletim de ocorrência da polícia militar, foi informado que o outro condutor da moto, Rodrigo Souza dos Santos, que pilotava um veículo de propriedade da empresa de vigilância residencial Inviolável, não obedeceu a placa de sinalização PARE, e invadiu a preferencial do condutor P 01 (Rafael) e colidiu na parte lateral do mesmo.

Boletim

Em nota, o motoqueiro Rodrigo Santos, afirma que confia na justiça e o fato da forma que está relatado no boletim não condiz com a realidade não sendo o (Rodrigo) que atingiu o mesmo.

Nota de Esclarecimento:
Eu Rodrigo Souza dos Santos, venho por meio deste, primeiramente, me solidarizar com a família do Sr. Rafael Pereira Lima, e que, como evangélico cristão que sou, também participo das orações em clamor pela sua recuperação e pronto reestabelecimento.
Na oportunidade também venho expressar minha indignação e repúdio as notícias veiculadas a respeito dos fatos relacionados ao acidente ocorrido no dia 15/08/21 (Domingo), o qual fui envolvido e também sou vítima.
Meu sentimento de indignação se deve ao fato de se ter apresentado publicamente uma narrativa inverídica, que não condiz com a realidade do ocorrido, sem que nem mesmo fosse dado a mim a oportunidade de apresentar a minha versão, tornando pública e notória uma narrativa que não apresenta, em sua totalidade, a realidade dos fatos.
Declaro que sou profundo observador das leis de trânsito, não tendo anotação que desabone minha condição de condutor, no momento do acontecido estava retornando a base após atendimento de rotina e quanto ao fato de ter desobedecido a sinalização de trânsito e avançado na faixa preferencial, informo que não foi desta forma que ocorreu, pois fui atingido na lateral esquerda da moto, em sua porção anterior, produzindo com o impacto uma fratura na minha perna esquerda e projetando a outra moto para a faixa contrária, onde transitava o terceiro veículo envolvido no episódio.
Neste momento não é lícito realizar julgamentos, mas confio na justiça Divina e acredito que no momento certos e pelas vias corretas a justiça será feita e a verdade reestabelecida.
Agradeço ao apoio dos amigos e peço que nos unamos todos em oração pelo Sr. Rafael.
Obrigado.

Redação Juruá Online

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas