Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Secretário de Saúde diz que ninguém tomou vacina da Covid-19 vencida em Rio Branco

_________________Publicidade_________________

Após publicação de reportagem da Folha de S.Paulo informar que entre dezenas de cidades brasileiras que aplicaram vacinas vencidas contra Covid-19, a capital acreana estaria incluída na lista, o secretário municipal de saúde em Rio Branco, Frank Lima, emitiu uma nota de esclarecimento alegando que a informação não reflete a realidade vivida na capital do Acre.

Lima declara ainda que a notícia é infundada, publicada de forma pouco responsável e que destoa dos critérios adotados pela secretaria de Rio Branco quanto ao controle e aplicação dos imunizantes. “Ao contrário do que afirma a reportagem, nenhuma vacina foi administrada em Rio Branco fora do prazo de validade”, garante.

O município afirma que a notícia baseada em supostos dados do site do Ministério da Saúde, atribui erroneamente ao Setor de Vigilância Epidemiológica Ambiental do município a aplicação de duas doses vencidas do imunizante AstraZeneca-Fiocruz. “O mencionado setor jamais foi ponto de vacinação na capital acreana. Frisa-se ainda que todos os imunizantes, sejam da AstraZeneca, CoronaVac, Pfizer e agora da Janssen são devidamente armazenados e aplicados no prazo previsto, conforme determinam os protocolos do Plano Nacional de Imunização”, diz o gestor.

A capital do Acre frisa que suspendeu por cinco vezes o esquema vacinal por falta de imunizantes contra o coronavírus. “Isso significa que uma vez dispondo de vacinas, a SEMSA trata de aplicá-las o quanto antes. Essa dinâmica jamais permitiria o vencimento do prazo de validade”, concluiu.

Via-Ac 24 horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas