Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Rússia cria armadura de combate capaz de parar balas calibre .50

Muitos especialistas em estratégia militar alertam que as guerras do futuro não serão terrestres, mas confrontos sob o signo da inteligência artificial e do armamento bioquímico.

Porém, os governos continuam desenvolvendo equipamentos para o futuro, como a Rússia anunciando a nova geração de sua armadura de combate de alta tecnologia Sotnik.

A gigante da defesa estatal Rostec é a empresa que está desenvolvendo a quarta geração de sua armadura de combate Sotnik ou “Centurion”.

O traje Sotnik de terceira geração atualmente inclui “equipamento de proteção pessoal e munição completamente novos, fornecendo defesa com armadura leve e aumentando dramaticamente o armamento do soldado”, diz a Fundação Jamestown.

Armadura de combate nova

Amostra da terceira geração da armadura de combate Sotnik, atualmente testada pela Rússia. (Rostec)

O equipamento é um conjunto de novas tecnologias, incluindo as mais recentes conquistas da indústria de defesa russa, como equipamentos robóticos e sistemas integrados de troca de informações.

Atualmente, acontece o primeiro estágio de desenvolvimento, onde são definidos os requisitos táticos e técnicos, diz o engenheiro Bekkhan Ozdoev da Rostec.

A armadura de combate Sotnik de quarta geração consistirá em fibra de polietileno leve e um revestimento projetado para suportar fogo direto de um calibre .50 M2 Browning.

Ou seja, o equipamento não restringe os movimentos e permite que o soldado carregue o peso extra necessário para realizar missões especiais, segundo Ozdoev.

Embora a perspectiva de um traje de combate futurista capaz de parar uma bala calibre .50 pareça sair de um filme de ficção científica, os militares russos estão levando tudo isso a sério, conforme Samuel Bendett disse, analista focado em pesquisas sobre desenvolvimentos militares russos.

A armadura de combate Sotnik de terceira geração que a Rostec está implantando atualmente tem como objetivo substituir o Ratnik de alta tecnologia ou o equipamento de combate Warrior.

(Foto: Rostec)

Via-Socientifica

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas