Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

RBTrans dá dicas para dirigir em ruas esburacadas da capital e apaga postagem após repercussão na internet

Órgão diz que publicação fazia parte da campanha Maio Amarelo, que alerta sobre segurança no trânsito. Logo após ser postada na página oficial da RBTrans, nessa quarta-feira (28), a campanha causou reações negativas e foi delegada.

“Confira agora 4 dicas de cuidados necessários em vias esburacadas”. Essa mensagem fazia parte de uma publicação da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans), que foi deletada após repercussão negativa na internet. A lista tinha sido publicada nessa quarta-feira (28) na página oficial da autarquia.

Na postagem, a RBtrans destaca que os buracos nas ruas e estradas são um problema, pois podem danificar peças como pneus. Acontece que o lançamento da peça publicitária ocorreu em meio a tantas reclamações diárias da população da capital sobre as péssimas condições das ruas, principalmente, de bairros mais afastados do Centro.

Outra situação lembrada pelo internautas foi a morte da jovem Kédma Maria Oliveira de Souza, de 24 anos, após passar por um buraco, se desequilibrar, cair e bater a cabeça no asfalto. O acidente aconteceu no último dia 16, próximo ao cemitério, na Estrada do Calafate, em Rio Branco.

Em entrevista ao Bom dia Acre, o chefe de gabinete da RBTRans, Randerson Brana explicou que a publicação fazia parte da campanha do Maio Amarelo, que alerta sobre segurança no trânsito. Ele citou que além das dicas para trafegar em vias esburacadas, também há postagens listando cuidados para se dirigir à noite, em meio à chuva e neblina.

Brana disse que a repercussão negativa com relação à postagem sobre os buracos foi “tendenciosamente desvirtuada” da intenção original da campanha.

“A prefeitura de Rio Branco, através da RBTrans, em momento algum estudou, pensa ou fez alguma cartilha que viesse orientar nossos munícipes a trafegarem nas ruas esburacadas, não existe isso. Essa não foi a intenção em momento algum. A postagem diz respeito a um cronograma de informações, de postagens, sobre o Maio Amarelo, que é o mês dedicado pelo Contran a informar, orientar e fazer educação no trânsito. A postagem não era para ensinar os munícipes a trafegar nas ruas esburacadas e sim faz parte dessas informações que o Contran nos manda para a gente poder disseminar como parte dessa campanha”, disse Brana.

Ele afirmou ainda que a prefeitura de Rio Branco tem um orçamento de mais de R$ 30 milhões para poder fazer a recuperação da malha viária da cidade. No entanto, destacou que esse não é um problema de hoje, dessa gestão e que foi herdado de anos anteriores.

“Nós vimos a repercussão que deu a nossa postagem, que foi tendenciosamente desvirtuada da sua intenção original, foi uma forçação de barra muito grande. Induziu nossos munícipes ao erro de entender que estávamos conformados com a situação dos buracos da cidade quando, na verdade, a prefeitura está enfrentando esse problema que não é de hoje, que não é dessa gestão, os buracos não são de janeiro a abril, nós herdamos buracos de anos anteriores porque é uma realidade da nossa cidade.”

Confira as 4 dicas da RBTrans

  1. Esteja sempre atento e com o campo de visão aberto. Evite distrações com conversas ou olhares para quem estiver no carro. isso pode atrapalhá-lo caso seja surpreendido por um buraco e a reação não ser imediata para o desvio. Mantenha-se com a atenção voltada ao trânsito.
  2. Evite altas velocidades. Dirigir rápido em ruas ou estradas nas quais se pode encontrar buracos é um passo para ocorrer danos graves ao carro e risco de acidentes. Mesmo com um limite de velocidade alto, mantenha-se abaixo do permitido.
  3. Sempre que possível, desvie do buraco. Dirigindo em velocidade razoável, sempre haverá a possibilidade de avistar buracos e fazer o desvio. Os impactos frequentes desgastam o amortecedor e a suspensão. Evite manutenções desnecessárias.
  4. Caso não consiga desviar do buraco, solte o freio. Nunca passe em um buraco com o pé no freio. Isso é prejudicial, pois as rodas travam, aumentando o impacto interno, além de prejudicar a mecânica do carro. portanto, se não deu tempo de desviar do buraco, apenas solte o freio e deixe o mecanismo de amortecimento trabalhar.

G1 ACRE

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas