Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Rali da Restauração: Aventureiros percorrem 140 km de moto de Marechal Thaumaturgo à Vila Restauração

_________________Publicidade_________________

Um grupo de seis motoqueiros fez esta semana um trajeto inédito enfrentando barrancos, praias, rios e florestas.

São os Trilheiros MP. Eles saíram de Marechal Thaumaturgo-AC na terça-feira, 24 às 8:30 da manhã em direção à Vila Restauração, onde chegaram na sexta-feira (27) por volta das 14 horas. Foram pelo menos 140 quilômetros percorridos em cerca de 32 horas.

Os motoqueiros fizeram todo esse percurso em três dias de viagem. A Restauração tem cerca de mil habitantes e está realizando o Novenario de São Raimundo Nonato, que começou dia 21 de agosto, terminando no próximo dia 31.

Mas para se chegar lá não é muito fácil, principalmente de moto. Como está no período de verão, a água de alguns rios em determinados pontos fica muito rasa, permitindo inclusive a circulação com motocicleta. E foi o que esse grupo fez. A viagem de um modo geral foi feita pelas praias e barrancos dos rios Juruá e Tejo.

Os aventureiros tiveram muitas dificuldades. Começaram às margens do Rio Juruá, passando por várias localidades de ribeirinhos. Enfrentaram problemas nos motores dos veículos, sendo que um deles pegou fogo, moto que acabou afundando, além de um terreno bastante acidentado. Passaram em alguns momentos pelo leito do Rio Tejo que está com pouca água, mas chegaram ao objetivo.
“Um amigo nosso, o Marcílio que faz viagens a trabalho para a Restauração, reclamava da dificuldade de navegar com sua embarcação, uma canoa carregada. Ele disse pra nós que o Rio Tejo estava tão seco que dava pra fazer trilha por dentro dele. Levamos na brincadeira no início mas depois vimos que era possível e passamos a levar a sério. E foi como tudo começou”, disse Isac, um dos participantes do Rali da Restauração.

Além do apoio de ribeirinhos que residem ao longo do trajeto, eles contaram com o apoio do vereador Rudson, do vice-prefeito Valderi Furtado, do prefeito Isac Pianco, Marcelo, além de outros colaboradores, alguns inclusive com orações.

Eles relatam que o grupo Trilheiros MP estava parado, quase acabando e a ideia de fazer a trilha motivou os componentes, que equiparam ou compraram veículos para encarar o desafio.

“Algumas pessoas chamavam a gente de doido, que não iríamos conseguir. Mas a gente conseguiu chegar na Vila Restauração. A experiência que tivemos, mostra que você tem que ter força, coragem e determinação”.

Assista ao vídeo:

Redação Juruá Online

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas