Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Projeto Protagonismo Empresarial do SENAI visa à redução de custos de produção

_________________Publicidade_________________

Com o propósito de transformar a vida das pessoas e tornar a indústria cada vez mais dinâmica, competitiva e produtiva, o Serviço Nacional de Aprendizagem industrial (SENAI), segue constantemente atento as tendências tecnológicas para oferta de soluções em educação profissional, inovação e tecnologia para as empresas.

Nesta quarta-feira foi apresentado ao setor o projeto protagonismo empresarial. “Hoje nós estamos reunidos aqui com empresários industriais de setores como alimentos, indústrias, cerâmicas, malharias, comércio exterior, construtoras, entre outros. O protagonismo empresarial, industrial, ele está trazendo o industrial para ser o solucionador dos seus problemas, dando mais força, ajudando o industrial de Cruzeiro do Sul a desenvolver os seus trabalhos com mais segurança. O protagonismo empresarial industrial vai ajudar ele nesse sentido, junto com os Sindicatos e a Federação das Indústrias, concluiu Janaína Terças, Coordenadora da FIEAC no Juruá.

Jairo Negreiros, gerente do Sebrae no Juruá, destacou a didática do projeto apresentado aos empresários. “Esse projeto Protagonismo, é um projeto que o Sebrae está desenvolvendo em parceria com a Federação da indústria. A gente tem trabalho no setor de comércio e serviços com o fortalecimento das Associais Comerciais em todos os municípios do estado e também tem o Protagonismo Industrial, que é esse que está sendo apresentado aos empresários no setor das industrias que faz com que a gente defina os núcleos industriais para que a gente possa fortalecer esse núcleo”.

Uma das propostas é baratear o custo de tijolos na região que tem crescido durante a pandemia. Para o presidente do IMAC André Hassem, o governo está colaborando para que isso aconteça. “Isso é uma discussão que tem sido feita dentro da Indústria e na Associação Comercial. Mas quando se tem algo onde a oferta é maior, com certeza diminui. Então nós esperamos sentar e fazer um acordo junto dos setores de indústria e com isso dar condições para que a população tenha um preço acessível”.

Os empresários destacam que o custo vem crescendo devido há várias problemáticas como o aumento da gasolina, energia e as pessoas que precisam trabalhar na produção. O projeto apresentado tem o intuito de diminuir os custos para a produção.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas