Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Profissionais da Educação são vacinados contra a Covid-19 em Cruzeiro do Sul neste sábado

O secretário de Saúde, Agnaldo Lima, falou sobre a vacinação em Cruzeiro do Sul: A gente procura trabalhar de forma rápida e eficiente.

_________________Publicidade_________________

Teve início, neste sábado, 29, em Cruzeiro do Sul, a vacinação dos profissionais da área da educação. É o primeiro município do estado a vacinar as equipes de educação, fato que foi bastante comemorado pelos professores e profissionais de apoio.

A professora e diretora de escola Instituto São José, Rosa Mônica Silva, disse que a vacina é uma grande conquista para a classe.

Para Ocleneide Abreu, que trabalha no setor administrativo da educação, a prefeitura acerta quando decide vacinar os profissionais da educação: “Com a vacina, nós vamos ter mais segurança, para estar em contato com as pessoas e realizar nosso trabalho no dia a dia. Diferente do que alguns pensam, mesmo sem aula presencial, estamos trabalhando e muito!” E seguiu: “Por isso, queria parabenizar a prefeitura pelo exemplo que está dando ao vacinar os profissionais de educação”, disse a trabalhadora.

O secretário de Saúde, Agnaldo Lima, falou sobre a vacinação em Cruzeiro do Sul. “A gente procura trabalhar de forma rápida e eficiente. Nosso prefeito cobra o tempo inteiro que a gente busque – dentro das possibilidades e da quantidade de vacinas que chegam – vacinar a nossa população o quanto antes”, declarou Agnaldo.

O prefeito Zequinha Lima visitou os locais de vacinação e falou sobre a importância de vacinar os trabalhadores da educação: “Nossos profissionais de saúde estão sendo vacinados contra a covid-19. Somos o primeiro município do Acre a vacinar. E isso enche meu coração de alegria. A educação é causa de vida para mim. É só através dela que nós podemos pensar em dias melhores para todos”, finalizou o prefeito.

Do montante de vacinas recebidas pelo município de Cruzeiro do Sul, através do Programa Nacional de Imunizações (PNI), restaram cerca de 2 mil doses de vacina. E a prefeitura pediu autorização para que essas doses pudessem ser remanejadas e aplicadas nos profissionais de educação. A partir dessa decisão política, o município se preparou e iniciou a vacinação, tornando-se o primeiro município no estado a vacinar os trabalhadores da educação.

Por: Assessoria

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas