Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Processo para contratação de juízes leigos e conciliadores no Acre tem 1.722 inscritos

_________________Publicidade_________________

As inscrições para o processo seletivo para contratação temporária e cadastro de reservas de profissionais para o desempenho das funções de juiz leigo, juíza leiga, conciliador e conciliadora do Sistema de Juizados Especiais e Conciliador e Conciliadora para atuação nas Varas de Família e Cíveis do Poder Judiciário do Acre, encerraram na quinta-feira, 18, com o total de 1.722 inscritos.

A prova objetiva para a função de juiz leigo e juíza leiga terá a duração de 5 horas e será aplicada na data provável de 12 de dezembro/2021. No mesmo dia, com duração de 4 horas, será a aplicação da prova objetiva para os candidatos a função de conciliador e conciliadora.

O processo seletivo conta também com a prova subjetiva aos candidatos a vaga de juiz leigo, que será no mesmo dia. A segunda fase consistirá na elaboração de uma sentença cível com até 120 linhas, a partir de um caso concreto, com valor de zero a quarenta pontos, que terá início imediatamente após o recolhimento do cartão-resposta alusivo à prova objetiva.

De acordo com a Comissão Organizadora do Processo Seletivo, foram 269 inscritos para vaga de juiz leigo e 1.453 para a vaga de conciliador, totalizando 1.722 inscritos, porém, inscrições efetivadas são 56 para juiz leigo e 390 para conciliador. O vencimento dos boletos é até o dia 28 de novembro/2021.

Os gabaritos oficiais preliminares da prova objetiva serão divulgados na internet, no endereço eletrônico www.tjac.jus.br, um dia após a aplicação das provas.

A remuneração bruta para juiz(a) leigo(a) é de R$6.080,88 e para os conciliadores(as) é R$5.472,79. O edital elenca as 22 cidades para designação dos aprovados e aprovadas em nove grupos:

Grupo 1 – Assis Brasil, Brasiléia, Epitaciolândia e Xapuri;

Grupo 2 – Acrelândia, Plácido de Castro, Porto Acre, Senador Guiomard e Capixaba;

Grupo 3 – Bujari, Manoel Urbano, Sena Madureira, Tarauacá, e Feijó (Santa Rosa do Purus e Jordão);

Grupo 4 – Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima e Rodrigues Alves (Porto Walter e Marechal Thaumaturgo);

Grupo 5 – 1º, 2º e 3º Juizados Especiais Cíveis da Comarca de Rio Branco e Juizado Especial de Fazenda Pública (Jefaz)

Grupo 6 e 7 – 1º e 2º Juizados Especiais Criminais, Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da Comarca de Rio Branco;

Grupo 8 e 9 – 1ª, 2ª e 3ª Varas de Família, Varas Cíveis da Comarca de Rio Branco

Via – Ac 24 Horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas