8 de agosto de 2022   |   04:52  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Presidente de Portugal condena racismo após agressão contra filhos de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que ação xenófoba e racista não pode ser generalizada para a sociedade portuguesa e que deve ser punida; casal divulgou nota sobre o ocorrido.

_________________Publicidade_________________

O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, divulgou uma nota nesta segunda-feira (1°) condenando atos racistas e xenófobos, acrescentando que devem ser devidamente punidos, “seja qual for a vítima”.

A declaração acontece dois dias após os filhos de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso terem sofrido racismo no restaurante Clássico Beach Club, na Costa da Caparica, em Portugal, onde estavam passando as férias.

Sousa afirmou que não se pode negar que “há, infelizmente, setores racistas e xenófobos entre nós, mas não se pode, nem deve, generalizar, pois o comportamento da sociedade portuguesa é, em regra, respeitador dos direitos fundamentais e da dignidade da pessoa humana”.

“O mesmo se dirá, especificamente, quanto às comunidades dos países irmãos de língua portuguesa, que têm vindo a aumentar a sua presença entre nós e são motivo de gratidão e de orgulho para Portugal”, acrescentou.

Segundo relatos, uma mulher branca que passava na frente do restaurante teria xingado as crianças, e ofendido uma família de turistas angolanos que estavam no restaurante – cerca de 15 pessoas.

Vídeos nas redes sociais mostram a mulher sendo escoltada por policiais que teriam sido chamados por Gagliasso, enquanto Ewbank reage: “vai presa, racista”. A assessoria dos atores informou que o casal prestou queixa em uma delegacia do país.

O presidente português pontuou ainda que não existem “portugueses puros” e que “somos todos descendentes de culturas, civilizações e origens muito diversas”.

À CNN, a Guarda Nacional Republicana afirmou que foi apresentada uma queixa formal sobre a agressão ao Tribunal Judicial de Almada.

Casal se pronuncia sobre o caso

Também nesta segunda-feira, Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso divulgaram uma nota em que agradeceram aos amigos e seguidores pelo apoio.

Afirmando estarem cuidando dos filhos, pontuaram que estão tomando todas as providências possíveis. “Mais uma vez: racismo é crime”, diz o texto.

“Nós lutamos, nós choramos. E nós podemos gritar. Portanto, queremos, mais uma vez, lembrar que famílias pretas gritam todos os dias diante destes crimes e violências -verbais ou físicas. E muitas vezes famílias que se silenciam porque sabem que seu grito não é ouvido”, alertaram os pais.

Com informações CNN

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS