9 de agosto de 2022   |   17:46  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Por usar top, influencer é impedida de embarcar em voo até ‘cobrir o corpo’

Amelia Marni se indignou ao ser abordada por um comissário em um voo, pedindo que ela cobrisse o corpo.

_________________Publicidade_________________

Em uma série de postagens em seus stories no Instagram, a influencer Amelia Marni, 25, uma das estrelas do reality show Love Island Australia, contou que enfrentou um episódio “vergonhoso” a bordo de um avião da companhia aérea Jetstar. Segundo contou, um comissário de bordo teria pedido a ela que cobrisse o seu corpo, sugerindo que os trajes que usava não seria apropriados.

Ela chegou a postar uma foto vestindo as roupas que usava no dia da confusão. Ela vestia um top preto e uma calça de tecido na mesma cor, acompanhados de um sobretudo de couro.

“Nós amamos um momento de vergonha. Um comissário de bordo me disse para me cobrir porque minha roupa era muito reveladora. Eu não posso usar isso e é inapropriado usar no Jetstar. Nunca ouvi falar disso”, escreveu Amelia, acrescentando que os tops são sua “marca registrada”.

A influencer, que estrelou a temporada de 2018 de Love Island, chegou a postar capturas de tela de pesquisas que realizou sobre os requisitos de vestimenta da companhia aérea. Segundo a empresa, há requisitos mínimos de vestimenta. “Para sua segurança, todos os adultos e crianças capazes de caminhar devem usar calçados (chinelos são aceitáveis) durante o embarque e desembarque”, diz a companhia no site oficial.

Amelia postou também uma captura de tela de uma seção no site da empresa sobre o que a companhia consideraria roupas ofensivas. “Por favor, evite usar qualquer roupa ou carregar itens pessoais que exibam palavras, imagens, símbolos ou slogans que possam ser razoavelmente considerados ofensivos”, diz o texto da companhia.

Ela disse que isso foi “literalmente a única coisa” que ela conseguiu encontrar online sobre roupas ofensivas, e brincou dizendo que “adoramos um homem abusando de sua autoridade”, referindo-se à atitude do comissário de bordo.

Um porta-voz da Jetstar disse ao site Daily Mail Australia que “embora tenhamos requisitos básicos de vestimenta em nossos voos (ou seja, sapatos), não temos nenhuma política em relação aos tops. Vamos entrar em contato com Amelia e nosso membro da tripulação para entender o que aconteceu e pedimos desculpas se houve algum mal-entendido sobre nossa política”.

Por Splash Uol

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS