Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Ponte é incendiada no interior do Acre e deixa produtores sem acesso para escoar produção

Incêndio ocorreu na noite de sábado (27). Deracre informou que há previsão para reparo, mas equipe que atua em parceria com municípios só deve ir para o município em até 10 dias.

Uma das pontes que dá acesso à comunidade Polo Xapuri I, no ramal da Variante, em Xapuri, no interior do estado, foi incendiada na noite desse sábado (27) e deixou os moradores sem acesso para escoar a produção.

O produtor rural André Luiz Oliveira, que mora na comunidade, voltava da cidade quando encontrou a ponte pegando fogo. Ele disse que ela estava quebrada há quase dois meses, após um caminhão passar no local, e que não é possível saber se foram moradores ou outros usuários que utilizam o ramal como rota que incendiaram o acesso.

No ramal, são pelo menos quatro pontes que precisam de reparos, segundo Oliveira. A que foi incendiada fica sobre o igarapé Sumaúma. São pelo menos 35 famílias que moram na região que ficaram sem acesso.

“Estamos cansados, já são muitos anos lutando com estas pontes. A gente não sabe quem colocou fogo, se foi alguém que passou e caiu lá dentro, porque aqui é um ramal que muita gente usa como acesso para não pegar a BR, então são várias pessoas que passam, não tem como ter certeza quem colocou o fogo, tem relato que pelo menos duas pessoas caíram lá já”, contou o morador.

Com isso, Oliveira disse que para conseguir chegar à cidade eles precisam fazer outra rota pela pela BR e andar 8 quilômetros sentido Rio Branco e voltar, pegando mais 22 quilômetros para Xapuri, sendo que pelo ramal são apenas 15 km.

“Aqui tem pelo menos umas quatro pontes neste mesmo sistema, algumas quebradas, outras com bueiro aberto e fizemos aterro. Minha mulher passou andando com a criança de seis anos e passei empurrando a moto no meio do fogo, porque se não teria como voltar. Estamos sem acesso e vamos mais tarde lá para tentar colocar pelo menos duas pranchas para conseguir passar”, contou.

Ponte estava quebrada há pelo menos dois meses — Foto: André Oliveira/Arquivo pessoal
Ponte estava quebrada há pelo menos dois meses — Foto: André Oliveira/Arquivo pessoal

Reparo

O presidente do Departamento de Estradas Hidroviária e Aeroportuária do Acre (Deracre), Petrônio Antunes, disse que os ramais são de responsabilidade da prefeitura, porém, há uma parceria para a ação de reparo e o órgão disponibiliza duas equipes para atender os municípios.

“Deve ter sido um protesto. A gente apoia, mas todo ramal é de responsabilidade da prefeitura. Mas, lá tem uma projeção para fazer a AC-380, que já está na Caixa para ser aprovado e até o meio do ano a gente licita e iniciamos a obra, por isso eles dizem que há uma rodovia projetada para lá.”

O gestor falou ainda que o órgão tem duas equipes de manutenção de pontes que presta auxílio aos municípios.

“Hoje eles estão em um Ramal em Plácido de Castro, terminando o serviço. A gente já foi lá [Xapuri], fez alguns reparos porque choveu muito, colocamos alguns bueiros no local, uns reparos paliativos, a gente visitou as pontes semana passada”, contou.

Antunes disse ainda que a previsão é que a equipe que está atuando na outra cidade deve ir para Xapuri em 10 dias para fazer os reparos das pontes do ramal.

A prefeitura de Xapuri informou que uma equipe da Secretaria de Obras da cidade vai ao local nesta segunda-feira (29), para fazer uma avaliação do pós incêndio e fazer um trabalho paliativo e disse que também já acionou o Deracre.

Via: G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas