Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Policiais Civis se qualificam como pilotos e integram equipe do Ciopaer

_________________Publicidade_________________

O governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Publica (Sejusp) investe na capacitação continuada de seus operadores em segurança pública como forma de aprimorar conhecimento de todo o efetivo na oferta de serviço de qualidade. Prova disso é a ascensão dos policiais civis, que ingressaram no Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) como tripulantes (operadores aerotáticos) e ascenderam em nível de piloto.

O curso para pilotagem MLTE/IFR tem duração de 50 horas, divididas em 30 horas no simulador e 20 horas em aeronaves reais multimotores e de voo por instrumento, além de aulas teóricas necessárias para formação da grade curricular do participante.

O aperfeiçoamento, bem como as horas-aulas, são necessários para obter a exigência mínima e formação continuada padrão, exigida pela Agência Nacional de Avião Civil (Anac) a todo e qualquer profissional da aviação que desejar a posição de comandante. O curso agrega conhecimentos e habilidades necessários para que o profissional possa atuar em operações de aeronaves mais complexas, além de voos com segurança no uso da navegação por instrumentos devido às condições desfavoráveis, peculiar na região amazônica.

Curso agrega conhecimentos e habilidades necessários para que o profissional possa atuar em operações de aeronaves mais complexas Foto: Cedida.

O investimento no fator humano tem como principal objetivo obter, no quadro de pessoal, profissionais capacitados para a condução desses veículos, o que é uma das prioridades do governo do Acre, oferecendo a garantia e a continuidade dos serviços prestados por meio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Centro Integrado de Operações Aéreas

Criado nos anos de 2009, o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) é composto por operadores das forças de Segurança do Estado, Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiro Militar e conta com quatro aeronaves, sendo dois helicópteros (asas móveis) e dois aviões (asas fixas), um deles multimotor. Estão à disposição da população acreana e são quase diariamente utilizados para fins de resgate, salvamento, transporte, operações em saúde, em segurança pública e no combate a crimes ambientais.

O Ciopaer possui em seu quadro de pessoal nove pilotos, sendo três deles agentes de Polícia Civil do Acre.

Vale ressaltar que todos os pilotos já brevetados da Policia Civil do Acre ingressaram no Ciopaer como tripulantes e hoje, após incentivo do governo do Estado, possuem formação profissional de pilotos para prestação de serviços à população acreana em missões que requerem uso das aeronaves.

Brevê ou brevete (do francês brevet) é um documento que dá ao seu titular a permissão para pilotar aviões, sendo dividido nas vertentes civil e militar.

Foto: Cedida.
Foto: Cedida.
Foto: Cedida.
Foto: Cedida.
Foto: Cedida.
Foto: Cedida.

Por SECOM

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas