Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Policiais apreendem 30 pacotes de tabaco escondidos em colchão deixado por visitante

_________________Publicidade_________________

Mesmo com as visitas suspensas durante o período crítico da pandemia, todas as semanas as unidades prisionais do estado, continuam recebendo produtos e materiais a serem destinados ao uso pessoal dos reeducandos.

Na segunda-feira, 17, durante a inspeção desses materiais recém chegados à unidade prisional, Evaristo de Moraes, localizada no município de Sena Madureira, os policiais penais acabaram apreendendo 30 pacotes de tabaco, escondidos no interior de um colchão. O material seria destinado a um reeducando que cumpre pena no bloco 07 da unidade.

O consumo ou entrada de cigarros ou material que induz ao fumo passou a ser proibido nas unidades desde o ano de 2019, quando o Conselho Gestor do Sistema Integrado de Segurança Pública (Consisp), baixou uma resolução, impedindo a entrada desses materiais em presídios.

Segundo estudo, 50% dos reeducandos que cumprem pena dentro das unidades, acabam desenvolvendo algum tipo de doença respiratória, mediante o consumo direto ou indireto do uso do tabaco, trazendo graves prejuízos à saúde do apenado, que já convive em um espaço fechado.

“Logo que recebemos o material que vem do meio externo, tudo é minuciosamente inspecionado, afim de evitar a passagem de objetos ilícitos para o interior da unidade. Neste caso, foi uma das maiores apreensões que já tivemos de tabaco na unidade e provavelmente seria comercializado lá dentro entre os presos de forma ilícita”, explicou o diretor Francisco de Assis.

Via: Ac 24 Horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas