Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Polícia prende quatro criminosos no último fim de semana em Sena Madureira e Manoel Urbano

_________________Publicidade_________________

Ascom/Polícia Civil

No último final de semana, a Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar prendeu quatro integrantes de facção criminosa por envolvimento em crimes contra a vida. As prisões ocorreram sexta-feira (02) e sábado (03) nas cidades de Sena Madureira e Manoel Urbano.

De acordo com a narrativa policial, na madrugada de sexta-feira, a vítima J.M.C. conseguiu fugir de uma execução determinada por uma liderança de facção.
Após conhecimento dos fatos pela Polícia Civil, os agentes prenderam em flagrante E.S.M e G.B.A. Ambos são investigados por sequestrar e manter em cárcere privado a vítima J.M.C.

Os dois autores foram presos e flagranteados na cidade de Manoel Urbano.

Ainda na sexta-feira foram presos os irmãos R.S.A e R.S.A., por suspeita de estarem envolvidos na morte de G.L.O., crime ocorrido por disparos de arma de fogo no bairro Ana Vieira.

Segundo a polícia, o alvo dos irmãos R.S.A e R.S.A. era o faccionado L.O.F., que também foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e estava nas proximidades do local do crime.

A ação célere e eficaz da polícia de Sena Madureira e Manoel Urbano foi primordial, pois evitou outras mortes na guerra entre facções no último final de semana. A atuação do Estado na elucidação da dinâmica dos fatos, motivação, autoria e localização dos autores foi imediata e de forma integrada pelas polícias civil e militar.

A delegada de polícia civil Mariana Gomes afirma que ambos os delitos tiveram motivação de rivalidade entre facções. “A atuação da Polícia Civil será sempre combativa na apuração e repressão desses delitos, não permitindo que as denominadas ‘organizações criminosas’ imperem o terror com julgamentos paralelos aos do Estado de Direito”, disse a delegada.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas