Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Polícia japonesa alerta para tentativas de fraude envolvendo vacinação contra a Covid-19 em Tóquio

_________________Publicidade_________________

Estelionatários telefonam para idosos pedindo um pagamento para a “reserva da vacina”. Vacinação no país é gratuita e, neste momento, é dada apenas a profissionais da saúde.

Autoridades japonesas acenderam um alerta para tentativas de fraude envolvendo a vacinação contra a Covid-19 na região. Ao menos 14 pessoas disseram ter recebido telefonemas suspeitos pedindo dinheiro para garantir a “reserva da vacina”.

Nesta segunda-feira (15), agentes da Polícia Metropolitana de Tóquio foram às ruas para entregar máscaras e panfletos explicando este novo golpe, que tem como foco os idosos.

O Japão começou sua campanha de vacinação em fevereiro, e atualmente está imunizando trabalhadores da saúde. A vacinação de idosos, acima dos 65 anos, está prevista para começar apenas em abril.

Segundo reportagem do jornal “Mainichi Shimbun”, os criminosos oferecem um lugar na fila de vacinação mediante o pagamento de 100 mil ienes (cerca de R$ 5,3 mil). Uma vez feito o pagamento, eles desaparecem e não respondem mais às ligações.

“Nós acreditamos que ainda teremos mais ligações fraudulentas usando a pandemia como um pretexto”, disse um porta-voz da Polícia Metropolitana de Tóquio.

Crimes virtuais

Estelionatários também têm usado e-mails e mensagens de texto para atrair vítimas em potencial e roubar seus dados pessoais.

As autoridades reforçam a importância de não se clicar em links desconhecidos que ofereçam “prioridade na vacinação”.

No ano passado, a polícia da capital japonesa confirmou ao menos 150 casos em que idosos foram persuadidos a gastar até 28 milhões de ienes (1,4 milhão de reais) para a compra de kits de testes PCR caseiros ou para a “liberação de auxílios do governo”.

Via: G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas