Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Policia Federal deflagra operação em Cruzeiro do Sul e Rio Branco; servidor do MP do AC foi preso

A “Operação Kaltes Blut” – do alemão: “Sangue-Frio” – leva este nome em referência a um de seus principais alvos, praticava a “Sangue-frio” o tráfico de drogas de grandes carregamentos, enviando-os a outros estados do Brasil.

_________________Publicidade_________________

A Polícia Federal juntamente com as forças policiais de segurança pública estaduais (Polícia Civil do estado Acre e Polícia Militar do estado do Acre), e com o apoio irrestrito do Ministério Público do Estado do Acre, deflagraram hoje, na manhã desta quinta-feira (16) a “Operação Kaltes Blut”, que visa desarticular organização criminosa de tráfico interestadual de drogas.


As investigações se iniciaram ao final de janeiro de 2021, quando, após um trabalho integrado entre as forças policiais, a Polícia Militar encontrou às margens do Rio Juruá cerca de 141Kg de pasta base de cocaína que seriam distribuídos em diversos estados no Brasil.


Então a Polícia Federal, juntamente com a Polícia Civil do Acre iniciaram uma investigação conjunta e identificaram os autores e possíveis proprietários do referido entorpecente. Ao todo serão cumpridos treze mandados judiciais nas cidades de Cruzeiro do Su/Acl e Mâncio Lima/Ac – nove de busca e apreensão e quatro de prisão, com o apoio de 40 policiais.


Durante os trabalhos de investigação também foi verificado possível violação de sigilo funcional de um servidor do Ministério Publico do Estado do Acre que, passava informações sigilosas a um dos investigados, razão pela qual houve acompanhamento de todos procedimentos pelo Ministério Público do Estado do Acre.


A “Operação Kaltes Blut” – do alemão: “Sangue-Frio” – leva este nome em referência a um de seus principais alvos, praticava a “Sangue-frio” o tráfico de drogas de grandes carregamentos, enviando-os a outros estados do Brasil.


Os envolvidos estão sendo investigados pelos crimes do artigo 33 e 35 da Lei 11.343/06, art. 2 da Lei 12.850/13 e art. 325 e 349, ambos do Código Penal.


Em razão da pandemia causada pela COVID-19, todas as cautelas foram tomadas, para a segurança de todos os envolvidos.

  • ASCOM

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas