Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Polícia Civil prende homem que esfaqueou companheira e filho de 12 anos no bairro Taquari

_________________Publicidade_________________

Ascom/Polícia Civil do Acre

Na manhã deste sábado, 16, investigadores da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher – DEAM – deram cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela primeira vara do Tribunal do Júri contra E. S. P., 28 anos, pela prática do crime de feminicídio na modalidade tentada, praticado contra a vítima M. G. do N., de 30 anos.

O crime ocorreu na madrugada do dia 24 de setembro deste ano, na Rua Maria de Lourdes, no Bairro Taquari, em Rio Branco. De acordo com com as investigações, o acusado após ingestão de bebida alcoólica e movido por ciúmes, usando uma faca desferiu diversos golpes contra vítima, só não concluindo seu intento criminoso devido ao filho da vítima – um adolescente de doze anos de idade – ter entrado na frente da mãe para protegê-la, sendo também golpeado com a faca pelo agressor. Após a intervenção do adolescente o agressor fugiu do local do fato.

Ato contínuo, as vítimas foram socorridas pelo SAMU. Uma das lesões perfurou um dos pulmões da vítima M. G. do N., sendo necessário procedimento cirúrgico no Pronto Socorro de Rio Bramco.

A Polícia Civil demonstra mais uma vez seu compromisso com a sociedade acreana ao dar rápida resposta nos crimes contra a vida, pois tão logo acionada a equipe de pronto emprego da DIC/DHPP esteve no local dos fatos e efetuou as diligências preliminares e colheu todos os elementos de informação que foram encaminhados à DEAM para continuidade da investigação.

Em três dias a equipe da DEAM instaurou o inquérito e realizou todas as diligências necessárias ao esclarecimento do crime e à produção das provas da materialidade e da autoria delitiva, e assim, representou ao Poder Judiciário pela decretação da prisão preventiva.

O Poder Judiciário e o Ministério Público deram a agilidade esperada ao caso, expedindo o mandado de prisão contra o autor, que foi cumprido pelos policiais civis. O preso foi interrogado pela delegada que preside a investigação e em seguida encaminhado à DEFLA para as formalidades de praxe.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas