Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Polícia Civil do DF confirma troca de bebês em hospital de Planaltina, sete anos após partos

_________________Publicidade_________________

Um exame de DNA feito pela Polícia Civil do Distrito Federal confirmou uma troca de bebês entre duas famílias, no Hospital Regional de Planaltina, em 14 de maio de 2014. A filha biológica da dona de casa Geruza Ferreira, de 38 anos, foi trocada com o bebê que nasceu cinco minutos depois, na unidade de saúde.

O resultado do exame foi divulgado nesta quarta-feira (27). O caso veio à tona depois que a TV Globo noticiou que Geruza descobriu, no ano passado,não ser a mãe biológica da menina que cria há sete anos. Após a repercussão, a outra família procurou a polícia para também fazer o teste. Para chegar ao resultado,  polícia comparou o material genético das duas mães e das duas filhas.

O governo do DF já foi condenado, em primeira instância, a pagar indenização de R$ 300 mil à dona de casa. Até a última atualização desta reportagem, a Polícia Civil não tinha informado se haverá responsabilização de servidores do hospital pela troca.

Questionada pelo g1, a Secretaria de Saúde disse que “reforça a sua posição de integral colaboração e se coloca à disposição da Justiça para prestar os devidos esclarecimentos sobre o caso. Sempre que notificada, a pasta fornecerá todas as informações necessárias às autoridades competentes”.

A pasta ressaltou que o caso corre em sigilo. No entanto, não respondeu se haverá apuração interna para indicar responsáveis, nem se vai oferecer atendimento às famílias envolvidas.

Mulher descobre, por causa de disputa por pensão, que não é a mãe biológica da filha de 7 anos

Via-G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas