Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Polícia Civil cumpre 22 mandados de busca e prende sete pessoas em operação contra o tráfico de drogas em Rio Branco

Foram dois mandados de prisão cumpridos e cinco pessoas presas em flagrante durante a operação, deflagrada nesta quarta-feira (31). Entre os presos em flagrante está um casal que, segundo a polícia, tinha um ponto de venda de drogas no bairro Ivete Vargas e ainda fazia delivery do entorpecente.

_________________Publicidade_________________

A Polícia Civil do Acre cumpriu 22 mandados de busca e apreensão e prendeu sete pessoas em uma operação contra o tráfico de drogas deflagrada nesta quarta-feira (31) em bairros de Rio Branco. Foram cumpridos dois mandados de prisão e cinco pessoas foram presas em flagrante durante a ação.

A operação foi feita em conjunto entra a Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), Delegacia da 4ª Regional e Canil da Polícia Penal do Acre. O objetivo foi coibir a venda de entorpecente na região.

Na ação policial, os agentes apreenderam drogas, material para embalagem do entorpecente e uma motocicleta esportiva avaliada em cerca de R$ 30 mil.

Na ação, polícia apreendeu drogas, celulares, dinheiro e motocicleta  — Foto: Arquivo/PC-AC

Na ação, polícia apreendeu drogas, celulares, dinheiro e motocicleta — Foto: Arquivo/PC-AChttps://tpc.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Em um dos alvos dos mandados judiciais, a polícia prendeu em flagrante um casal suspeito de comercializar droga. Segundo a polícia, eles tinham como ponto de venda uma residência localizada no bairro Ivete Vargas e também faziam delivery do entorpecente. Com eles, a polícia apreendeu droga e também uma caderneta com anotações referentes às entregas.

Conforme a polícia, a operação é resultado de uma investigação de cerca de 60 dias. Os presos foram ouvidos pela autoridade policial e, em seguida, colocados à disposição da Justiça.

O material apreendido: quase meio quilo de cocaína, celulares, anotações do tráfico e contabilidade criminosa deve passar por perícia.

Via G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas