Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

PM de Sena Madureira salva criança de 1 mês de idade mantida em cárcere privado e prende monitorado

_________________Publicidade_________________

A Polícia Militar, por meio do 8° BPM, CPI, neste domingo (24), por volta das 05h00min, foram acionados via 190 para atendimento de uma ocorrência de cárcere privado na qual a vítima seria uma criança de 01 mês de idade, sendo que o local do fato seria nas imediações da feira velha, área central de Sena Madureira e que o autor seria o próprio pai da criança.

Os militares receberam informação que a mãe da criança e esposa do autor estaria no hospital machucada e teria conseguido fugir do local que também o autor a mantinha em cárcere privado e a torturando e que ela mesmo quem teria entrado em contato com o 190 para pedir apoio da guarnição de serviço.

Ademais, segundo a vítima (esposa do autor) o mesmo havia chegado em casa sob efeito de entorpecente e começou a agredi-la sem aparente motivo e que o autor teria jogado a sua filha de 01 mês com socos, chutes e enforcamento e a mantinha em cárcere privado.

Ato contínuo, a guarnição de serviço se deslocou ao local supramencionado, sendo ratificado as informações iniciais, em sequência, o autor a visualizar a guarnição disse que não iria entregá-la a guarnição, pois era sua filha e se apossou de duas armas brancas colocando no pescoço da vítima um mês.

A guarnição pediu apoio da outra equipe de serviço e, então, iniciaram a negociação para que o infrator se entregasse e libertasse a criança, contudo o autor estava disposto a mata-la e a jogou fortemente no chão e, por conseguinte, a criança desmaiou.

Nesse momento, o autor se deslocou com a arma branca na mão em direção a criança e, então, as guarnições de serviço adentraram ao interior do apartamento e realizam o uso dos meios menos que letal, a saber, tonfas e spark e, assim, conseguiram imobilizar o autor sem ser necessário o uso da arma de fogo.

Ato contínuo, os militares auxiliaram a levar a criança de 01 mês ao hospital, pois ela se encontrava desmaiada e sem aparente sinais vitais, sendo que no trajeto a criança voltou a respirar e foi destinada a equipe médica do hospital João Câncio Fernandes, que a encaminharam à Rio Branco para atendimento especializado.

Em sequência, as guarnições de serviço encaminharam o autor juntamente com as duas armas brancas usada para atentar conta a vida da criança de um mês, um cachimbo possivelmente para uso de entorpecente e um celular à delegacia de Sena Madureira para as deliberações pertinentes.

Por ASCOM

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas