Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

PF faz buscas em gabinete de vereador de Rio Branco em operação que apura irregularidade em licitações

Um dos contratos investigados - no valor de mais de meio milhão de reais - visava a compra de equipamentos de proteção individual (EPI’s). Desvio seria na cidade de Plácido de Castro.

_________________Publicidade_________________

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta sexta-feira (5), um mandado de busca e apreensão no gabinete de um vereador de Rio Branco que é alvo de uma investigação de irregularidades em licitações ocorridas no primeiro semestre do ano de 2020, no município de Plácido de Castro.

O nome do vereador da capital não foi divulgado.

A fraude, segundo a PF, teria ocorrido na gestão passada da cidade do interior. O nome da operação, “Contágio II” faz referência ao fato de que o objeto do contrato investigado, é justamente a compra de equipamentos de proteção individual para profissionais da saúde durante a pandemia de Covid-19.

Um dos contratos investigados – no valor de mais de meio milhão de reais – visava a compra de equipamentos de proteção individual (EPI’s) para profissionais da saúde que atuavam no combate à pandemia da Covid.

A investigação identificou na prefeitura uma espécie de gabinete de compras paralelo ao da secretaria de compras e licitações, sendo que seus integrantes sequer pertenciam aos quadros do município.

A PF diz também que o material comprado não estava armazenado no depósito da Secretaria de Saúde do município, o que impediu qualquer tipo de controle sobre a quantidade e qualidade dos produtos.

“Chamou a atenção dos investigadores, o fato de que na sede da empresa vencedora foram encontradas notas fiscais que demonstram grande diferença entre o valor de aquisição dos produtos e os preços fornecidos à prefeitura. Alguns objetos chegaram a ser vendidos pelo dobro do valor”, diz a nota da PF.

  • Assessoria

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas