Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Peruano Dom Régulo Zevallos, que morou em Cruzeiro do Sul 36 anos, é mais uma vítima da Covid

_________________Publicidade_________________

Registramos com pesar o falecimento do peruano Régulo Santos Flores Zevallos, 83 anos, que nasceu na cidade de Canhete, no Peru e transferiu sua residência para Cruzeiro do Sul em 1970. Comerciante, foi um dos pioneiros na importação de hortifrutigranjeiros e também artesanato de Pucalpa (Peru) para Cruzeiro do Sul, que eram transportados de avião e ainda trabalhou com restaurantes de comidas típicas peruanas.

Dom Régulo, como era mais conhecido, era casado com a senhora Maria Alice e além dela deixa enlutados os filhos César Augusto, José Pinho e Alice Rosimaire, além dos filhos peruanos Oscar, Margarida, Marisa e Meire. Além desses os irmãos peruanos vivos Oscar, Margarida, Marisa e Meire e ainda os irmãos César Flores, José Ancelmo e Cármem Flores. Há cerca de 15 anos o casal transferiu sua residência para Rio Branco onde também trabalhavam na área gastronômica.

Recentemente Dom Régulo adoeceu e estava fazendo tratamento. Na última sexta-feira (19), depois de uma piora foi encaminhado à uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e depois de detectado o vírus da Covid-19 encaminhado ao Instituto de Traumatologia (INTO) onde ficou na sala vermelha a espera de um leito na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que estava lotada. Ele não resistiu e morreu na madrugada desta segunda-feira (22).

Dom Régulo, tio da professora Lúcia, esposa do radialista Nonato Costa e nosso amigo de longas datas merece nosso respeito e enviamos a família enlutada votos de sinceros pêsames.

Via: Voz do Norte

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas