Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Peru revisa números da Covid-19 e se torna país com mais mortes por habitante

Mais de 180 mil pessoas morreram de coronavírus no país; total representa mais do que o dobro dos números divulgados anteriormente.

_________________Publicidade_________________

Peru atualizou nesta segunda-feira (31) o número oficial de mortes por Covid-19 no país: o total chegou a 180.764 mortos. É mais que o dobro do total antes anunciado, que estava no domingo em menos de 70 mil.

Com isso, considerando levantamento da Universidade Johns Hopkins, o Peru tem a pior taxa do mundo de mortos da pandemia em números relativos à população. São mais de 500 vítimas do coronavírus para cada 100 mil habitantes. Até então, a Hungria aparecia com os piores dados.

Especialistas já alertavam que o número de mortos por Covid-19 no Peru era com certeza maior do que os dados oficiais. O país vive um dos piores cenários da pandemia no mundo, com hospitais lotados e falta de oxigênio.

“Acreditamos que seja nosso dever divulgar essa informação atualizada”, disse a primeira-ministra Violeta Bermudez.

Uma vendedora ambulante passa por grafite com a mensagem em espanhol: 'Cristo, esperança para a vida' em Lima, no Peru, em julho de 2020 — Foto: Martin Mejia/AP

Uma vendedora ambulante passa por grafite com a mensagem em espanhol: ‘Cristo, esperança para a vida’ em Lima, no Peru, em julho de 2020 — Foto: Martin Mejia

Em números absolutos, o Brasil tem o maior total de mortos na América Latina, com mais de 460 mil vítimas do coronavírus.

Os dados atualizados do Peru estão em linha com o excesso de mortes registrados: isto é, total de óbitos no país neste período pandêmico em comparação com outras épocas. Esse tipo de dado é utilizado para dimensionar a subnotificação da Covid.

Escândalo na vacinação e eleições

A revisão dos dados ocorre em um momento de vacinação ainda lenta entre os peruanos: segundo o Our World In Data, nem 4% da população está completamente imunizada contra a Covid-19.

Vacinação antecipada de quase 500 membros e amigos do governo do Peru gera revolta

Vacinação antecipada de quase 500 membros e amigos do governo do Peru gera revolta

Recentemente, o Peru esteve no centro de um escândalo conhecido como “Vacinagate” ou “VacinaVIP”, em que mais de 400 pessoas foram vacinadas antecipadamente com doses de um imunizante que estava no país destinado a testes — e não ao início da vacinação. O caso gerou demissão de ministros e tornou ainda mais aguda a crise política do país. 

Via-G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas