16 de agosto de 2022   |   19:44  |  

booked.net

,

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Peixes mortos em igarapé e acúmulo excessivo de areia no centro geram transtornos entre populares e comerciantes de Cruzeiro do Sul

Em Cruzeiro Do Sul, nas principais vias do centro da cidade, é comum ver as margens da rua com acúmulos excessivos de areia. Nos dias de chuva a areia vira lama, e nos dias de sol muita poeira, podendo agravar problemas respiratórios da população.

_________________Publicidade_________________

Redação Juruá Online

Em Cruzeiro Do Sul, nas principais vias do centro da cidade, é comum ver as margens da rua com acúmulos excessivos de areia. Nos dias de chuva a areia vira lama, e nos dias de sol muita poeira, podendo agravar problemas respiratórios da população.

Quem trabalha no comércio vive esse dilema diariamente, como explica Conceição Inácio, que se obrigou a limpar uma parte da via que fica na frente do comércio da família.

“Eu me prontifiquei junto com o funcionário, a jogar água e a retirar uma camada de mais de três dedo de pó à margem da estrada. Não tinha mais nenhuma sinalização. Só depois que eu limpei que começou a aparecer”, explica Conceição Inácio.

Outra problemática vivida por grande parte dos comerciantes, e da população de Cruzeiro do Sul, nos últimos dias foi a quantidade de peixes mortos no Igarapé Boulevard Taumaturgo. O forte odor no local gerou um grande desconforto para os que acabaram sentindo o mau cheiro.

Já fazem quatro dias que os peixes estão mortos no igarapé, servindo de alimento para os urubus e animais peçonhentos. Situação atípica para os comerciantes do centro da cidade.

O secretário municipal de Meio Ambiente, juntamente com o secretário adjunto, estão cumprindo agenda em Rio Branco. Mas, por telefone, ele informou que ainda hoje, nesta quarta feira (13), um engenheiro químico deve visitar o local onde os peixes foram encontrados mortos para saber se houve algum tipo de poluição.

Em relação à areia acumulada nas margens das vias que ficam no centro da cidade, ele informou que esse trabalho já é feito manualmente pela equipe responsável. Mas, que o município já adquiriu uma vassoura mecânica que deve facilitar e ajudar a conseguir limpar muito mais vias em pouco espaço de tempo. Mas, que a distribuidora dessa vassoura mecânica pediu um prazo de 60 dias para entregar a máquina em Cruzeiro do Sul.

Redação Juruá Online

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS