Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Pai de dentista morta em acidente de trânsito no AC será assistente de acusação em processo na Justiça

Justiça autorizou que Marcelo Penteado Duarte esteja junto com o Ministério Público na ação que tramita na 1ª Vara Criminal de Rio Branco.

_________________Publicidade_________________

O pai da dentista Maria Josilayne Ferreira Duarte, de 24 anos, que morreu em um acidente de trânsito no dia 29 de setembro, vai atuar como assistente de acusação no processo judicial, que tramita na 1ª Vara Criminal de Rio Branco. Marcelo Penteado Duarte teve o pedido aceito pelo juiz Danniel Gustavo da Silva, no último dia 22, mas a a função vai ser exercida pelos três advogados dele.

Josilayne ia encontrar o noivo, Heverton Neri, quando foi atropelada e morta após a jovem Gabrielly Lima Mourão, de 19 anos, perder o controle do veículo que dirigia na Estrada da Floresta, em Rio Branco. A vítima tinha marcado de encontrar Neri quando ele saísse do trabalho para irem juntos à casa de uma amiga. 

Gabrielly foi solta após passar por audiência de custódia e pagar R$ 2,2 mil de fiança.

“Eu tinha que fazer alguma coisa como pai, não participei tanto do crescimento da minha filha, e eu acho que era uma coisa que eu tinha fazer. Tenho que pedir que seja homicídio doloso, foi irresponsável, o que ela [Gabrielly] tinha era uma arma na mão, tinha que ter responsabilidade. Quero tentar justiça, estou vendo com os advogados o que pode ser feito”, disse o pai.

O pedido dá a oportunidade ao representante legal da vítima de fazer parte do processo como auxiliar do Ministério Público, que é o autor da ação penal.

Como assistente de acusação, Duarte vai poder atuar em qualquer fase do processo, propondo meios de prova, ou seja, solicitando perícias, acareações ou busca e apreensão. Ele também fica apto a requerer perguntas às testemunhas, depois do Ministério Público, entre outras atuações.

Ao g1, a avô de Josilayne, Eudenice Ferreira de Andrade, que foi quem criou a jovem e a chama de filha, diz que a família não tinha conhecimento de que o pai biológico dela tinha solicitado ser assistente de acusação e, muito menos, que a Justiça tinha aceitado o pedido.

Nova carreata pede Justiça por dentista morta em acidente causado por jovem que dirigia sem CNH no AC — Foto: Arquivo pessoal

Nova carreata pede Justiça por dentista morta em acidente causado por jovem que dirigia sem CNH no AC — Foto: Arquivo pessoal

Nova carreata

No último domingo (31), amigos e familiares da dentista Josilayne fizeram mais uma carreata pedindo justiça pela morte da jovem. Desde o acidente, o grupo tem feito protestos para que o caso não caia do esquecimento

Na carreata, além de oração, o grupo reproduzia músicas. O ato passou pela região onde ocorreu o acidente, foi até o Lago do Amor e encerrou no bairro Cidade Nova, em frente da casa onde a dentista morava.

Por G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas