25 de maio de 2022   |   04:48  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Padre atropela suspeito de furtar igreja e foge em SP, diz polícia

_________________Publicidade_________________

Câmeras de segurança flagraram o momento em que um homem suspeito de furtar uma igreja foi atropelado por um carro, em Santa Cruz do Rio Pardo, a 343 km de São Paulo, na noite de sábado (7). Segundo a Polícia Civil, o motorista do veículo é um padre, que fugiu sem prestar socorro.

Nas imagens, um homem de blusa de frio azul aparece correndo na calçada. Em seguida, um carro branco surge, sobe na calçada e atropela o suspeito. O rapaz é arremessado para dentro de um imóvel. O veículo então é visto se deslocando de ré e deixando o local sem prestar socorro, com a parte da frente da lataria amassada.

Segundo o boletim de ocorrência, o carro branco que aparece nas imagens pertence à paróquia da cidade e o motorista seria um padre, que teria flagrado o furto à casa paroquial e passou a perseguir o ladrão. O nome do sacerdote não foi divulgado, mas segundo a Polícia Civil, ele já foi identificado e prestou depoimento.

O caso está sendo investigado como tentativa de homicídio e omissão de socorro. Já a vítima do atropelamento será indiciada por furto.

Ainda conforme a ocorrência, o suspeito arrombou uma janela e entrou na casa paroquial. Ele teria fugido do local levando três moletons e uma camiseta. No momento em que o homem foi socorrido, segundo a polícia, ele estava com peças de roupas levadas da paróquia.

O suspeito do furto, que não teve o nome divulgado, foi preso em flagrante. Ele está internado em estado grave na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa do município.

Em nota, a Diocese de Ourinhos, responsável pela Paróquia de São Sebastião, de Santa Cruz do Rio Pardo, afirmou que “todos os fatos estão sendo apurados e que as providências cabíveis serão tomadas”.

UOL tenta contato com representantes legais dos dois envolvidos no caso, mas, até o momento, como eles não tiveram o nome divulgado, ainda não obteve sucesso.

Críticas

Com a repercussão das imagens do atropelamento, o padre Júlio Lancellotti publicou ontem em sua rede social o vídeo que mostra a cena do atropelamento e criticou a atitude do sacerdote.

“Jovem dependente químico assaltou igreja da cidade e, perseguido pelo carro da paróquia, foi intencionalmente atropelado e está em estado grave! Um crime não justifica o outro”, escreveu.

Por Uol

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS