Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Pacientes relatam apresentar sequelas da Covid-19 após se recuperar da doença: “meu pé é dormente”

Os sintomas são mais fortes em pessoas que tiveram internações prolongadas. Quem teve o quadro mais grave da doença pode demorar mais tempo para se recuperar da síndrome pós-covid, afetando também a qualidade de vida.

_________________Publicidade_________________

Após a infecção pelo novo coronavírus muitos pacientes tem observado sintomas das doenças mesmo depois de recuperados. Os sintomas são mais fortes em pessoas que tiveram internações prolongadas. Quem teve o quadro mais grave da doença pode demorar mais tempo para se recuperar da síndrome pós-covid, afetando também a qualidade de vida.

Os principais sintomas dos pós- covid são cansaço excessivo, dores musculares, tosse, perda do olfato e do paladar, zumbido, tontura, esquecimento, dor de cabeça, palpitação, dentre outros sintomas que podem ser manifestados.
“Essa síndrome causada pelo covid na maior parte da fase é na fase inflamatória, em que todo o sistema imunológico das pessoas entra em colapso que pode levar à ter diabetes, pressão alta, perda de memória. O covid é uma síndrome muito complexa”, relatou a Dra Rita de Cássia, infectologista.

Alfredo Manoel ainda se recupera da Covid 19 depois de passar 35 dias internado no hospital de Campanha de Cruzeiro do Sul. Ele conta que foi 30 dias na UTI, sendo 16 intubado. “Eu fiquei muito em pânico, porque era muita gente morrendo que estava internado comigo”, relatou.

Depois de 10 meses ele ainda sente as sequelas no seu corpo. “O pé é dormente eu não sinto nada, as pontas do meu dedo da mão também são tudo dormente”,concluiu.

Dona Maria Marleide é outra sobrevivente da covid 19 ,ela conta que na família quase todos pegaram covid, inclusive o cunhado que não resistiu o enfermeiro Lourival da saúde. “É muito doloroso a gente perder um parente por causa da pandemia. Eu nasci de novo, mas depois do covid eu me esqueço bastante das coisas é preciso que eu tenha que está treinando a minha mente, contando os pontos do crochê, lendo informações na internet para o meu cérebro funcionar .”

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas