Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Operação cumpre 47 mandados contra criminosos que promoviam facção nas redes sociais no Acre

Operação Open Source tem como objetivo prender integrantes de uma facção criminosa com origem no estado do Rio de Janeiro.

O Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Polícia Militar do Acre cumpriram, na manhã desta terça-feira (4), 47 mandados judiciais, sendo estes 28 de prisão e 19 de busca e apreensão nas cidades de acreanas Rio Branco e Porto Acre, além de Extrema (RO).

A ação faz parte da Operação Open Source, que teve como alvo integrantes de uma organização criminosa com atuação nacional, de origem no Estado do Rio de Janeiro.

Além das prisões e buscas, foi determinada ainda pelo Juízo da Vara de Delitos de Organização Criminosa a preservação dos perfis e postagens realizadas pelos investigados nas redes sociais.

A operação foi denominada Open Source tendo em vista que a investigação realizada obteve êxito em cruzar elementos captados em fontes abertas, notadamente redes sociais, e publicações realizadas pelos próprios investigados com outros elementos de prova de poder do Gaeco. Nas publicações, os criminosos faziam promoção da organização criminosa.

Participam da Operação, promotores de Justiça e 100 policiais militares. O MP informou que mais detalhes devem ser passado em uma coletiva de imprensa às 9h [horário do Acre].

Mais de 100 policiais reforçam operação no Acre  — Foto: Asscom/MP-AC

Mais de 100 policiais reforçam operação no Acre — Foto: Asscom/MP-AC

G1 ACRE

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas