Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Números de mortes violentas nos municípios de Brasiléia e Feijó aumentam em 2021

_________________Publicidade_________________

O Observatório de Análise Criminal (OAC) do Ministério Público do Acre (MPAC) divulgou dados acerca das modalidades de violência ocorridas no primeiro quadrimestre de 2020 com igual período de 2021. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira, 05, os números mostram que as Mortes Violentas Intencionais (MVI) despencaram em 36,7% em comparação ao quadrimestre de 2020.

Em 2020, ocorreram 128 mortes violentas, em 2021 esse número caiu para 81, ou seja, uma redução de 36,7%. O gráfico aponta redução nas mortes por homicídio doloso, feminicídio, morte decorrente de intervenção policial, lesão corporal com resultado em morte, no entanto, houve crescimento de mortes por latrocínio.

Segundo dados do observatório, 58% desses crimes citados acima tiveram elucidação ou seja, apenas 42% desses crimes não foram elucidados. Segundo o MP, em análise mais detalhada, utilizando os registros de anos anteriores, percebe-se que nos últimos quatro anos a capacidade de elucidação destes tipos de crime vem reduzindo.

“Espera-se que com o reforço de recursos humanos que a Polícia Civil recentemente adquiriu, sua capacidade investigativa seja melhorada e, consequentemente, seja ampliado o percentual de casos elucidados”, diz trecho do documento.

Em relação aos municípios, Brasiléia e Feijó são um ponto fora da curva no período, uma vez que em todos os municípios investigados, 17 no total, houve queda em MVI. Os dois municípios apresentaram aumento de 100% respectivamente em mortes violentas.

Segundo o OAC, 86% das vítimas MVI, ocorridas no 1° quadrimestre de 2021, eram de sexo masculino.

A grande maioria dos roubos registrados em Rio Branco ocorre no período entre as 18 e 22 horas. No 1º quadrimestre de 2021, as horas de maior incidência de roubos foram, pelo período da manhã, às 07 e 06 horas, pelo período da tarde, às 13 horas às 16 horas e, pelo período da noite, das 18 horas às 21 horas.

A regional que mais apresentou redução na variação de número de mortes foi a regional do Juruá com 66,7%, em seguida, a 1º regional que inclui Rio Branco e Bujari com 58,5%. A regional Tarauacá/Envira não apresentou número na queda de mortes violentas intencionais e tampouco aumento.

Apenas a 8ª Regional (Alto Acre) apresentou aumento no período em análise em 40%. Em relação a mortes violentas intencionais ocorridas dentro de ambientes do sistema prisional acreano, tanto em 2020 quanto em 2021, não ocorreu MVI, fato esse que faz com que não haja variação.

Ac 24 Horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas