17 de maio de 2022   |   17:59  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

No Juruá, atendimentos do Navio-Hospital ajudam a salvar vidas

_________________Publicidade_________________

A 22ª missão da tripulação do Navio-Hospital Dr. Montenegro, denominada Operação Acre 2022, recebeu nessa quarta-feira (6), reforço do governo, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre).

Ao lado da coordenadora regional da pasta, Catiana Rodrigues, a secretária-adjunta de Assistência à Saúde, Adriana Lobão, acompanhou de perto os atendimentos da missão humanitária, desta vez realizados na Escola Marcílio Nunes Ribeiro II, situada na Vila Santa Rosa, zona rural de Cruzeiro do Sul.

Adriana falou da importância da operação, que promove qualidade de vida à população mais necessitada. “Estou muito satisfeita com a alta procura por atendimentos e com a maneira como são ofertados. O empenho dessas equipes é gratificante e o povo é o maior beneficiado com tamanha dedicação”, destacou.

A gestora pontua, também, que o apoio à ação é uma forma representativa do Estado se fazer presente na vida do acreano, sobretudo neste momento de crise sanitária.

“Graças a Deus e ao compromisso do governo, os índices da pandemia no estado despencaram e, aos poucos, a vida vai voltando ao normal. Conversei com a equipe, levantei as demandas e o governo reafirma o compromisso de dar ainda mais suporte à missão. Afinal, somos uma gestão voltada a servir o acreano da melhor forma possível”, ratificou a secretária-adjunta.

Os atendimentos salvam vidas

Com dores por todo o corpo, a idosa Raimunda Nonata de Miranda, 73 anos, procurou ajuda no mutirão de saúde. Além do diagnóstico médico, ela receberá suporte com medicamentos, caso necessite. Com a voz trêmula e expressão de dor, a paciente afirma: “Uma benção, que ajuda a salvar vidas. Que Deus os abençoe a todos os envolvidos nesta ação!”.

“Atendimentos ajudam a salvar vidas”, dizem pacientes. Foto: Marcos Santos/Secom

Mãe de duas meninas, Vanize Lima da Silva procurou os serviços ginecológicos. A dona de casa ressalta que, além de prevenir agravos no seu estado de saúde, as consultas são de excelência, e destaca a delicadeza dos profissionais no trato com os pacientes: “Diante de todas as dificuldades de acesso à Saúde, este é um grande momento para a nossa comunidade. Fui muito bem atendida e, assim como eu, todos que estão aqui agradecem”.

Cruzeirenses destacam o atendimento humano recebido das equipes do navio. Foto: Marcos Santos/Secom

Ancoradas em terras juruaenses desde janeiro, as equipes médicas do Hospital-Fluvial realizaram, até o momento, mais de 11 mil atendimentos. Desses, quase dois mil foram realizados nas aldeias indígenas Ashaninka, Barão, Ipiranga e Katukina. Até o fim deste mês, a operação pretende bater a meta de 20 mil atendimentos.

Navio-Hospital Dr. Montenegro

Transferido por contrato de cessão entre a Marinha do Brasil e o governo do Acre, o navio de assistência hospitalar (NAsH) Dr. Montenegro é composto por 22 oficiais, 63 praças e uma equipe de saúde formada por 30 militares. Seu nome é uma homenagem ao médico acreano Manoel Braga Montenegro, nascido em 14 de março de 1927, à cabeceira do Rio Liberdade, distante 80 km de Cruzeiro do Sul.  Filho de cearenses, a vida do profissional foi marcada pelo comprometimento e dedicação.

São 22 anos anos de missão, promovendo bem-estar na região do Juruá. Foto: Marcos Santos/Secom

Em 1997, a gestão estadual realizou a missão inaugural, com viagem de quatro meses pelo Rio Envira. São, portanto, 22 anos de muita dedicação para salvar vidas de algumas das regiões mais isoladas do Acre.

Com informações da Agência de Notícias do AC.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS