Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Nº de mortes violentas no Acre cresce mais de 41% entre julho e agosto, aponta levantamento

Mês de agosto fechou com 17 mortes violentas no estado acreano. Já em julho foram 12 mortes. No total, estado acreano contabiliza 149 mortes violentas até agosto.

_________________Publicidade_________________

O número de mortes violentas cresceu mais de 41% em um mês no Acre. É o que mostram dados da Secretaria de Justiça e Segurança Pública Estadual(Sejusp). O aumento corresponde aos meses de julho e agosto.

Em julho, o número de mortes violentas chegou a 12 e em agosto subiu para 17. O levantamento obtém registros de homicídios dolosos, feminicídios, latrocínio e morte por ação policial de todos os casos atendidos nas cidades acreanas.

Do total registrado, 13 foram homicídios, um feminicídio, dois latrocínios e uma morte por intervenção policial.

Maria Ivanilde da Silva foi morta a facadas pelo marido no mês de agosto — Foto: Reprodução

Maria Ivanilde da Silva foi morta a facadas pelo marido no mês de agosto — Foto: Reprodução

A vítima de feminicídio foi a gerente de restaurante Maria Ivanilde da Silva, de 44 anos, morta a facadas pelo marido no bairro João Eduardo II, em Rio Branco. Maria foi ferida na noite de 17 de agosto e morreu no pronto socorro na madrugada do dia seguinte.

O principal suspeito é o marido dela, o autônomo Antônio Uilamo Bezerra. Após esfaquear a mulher, a Polícia Militar informo que Bezerra tentou tirar a própria vida se ferindo. Ele sobreviveu aos ferimentos, recebeu alta do PS e foi levado para o presídio da capital acreana.

O principal motivo para o crime, segundo a Polícia Civil, seria ciúmes das roupas usadas pela vítima.

Morte por intervenção policial

O suspeito de assalto Matheus Alves dos Santos, de 21 anos, foi morto na noite de 12 de agosto com dois tiros, no bairro Santa Helena, Segundo Distrito de Rio Branco, após sequestrar um motorista de aplicativo e trocar tiros com a polícia.

O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) informou, na época, que Santos e mais dois comparsas chamaram uma corrida de aplicativo, renderam, sequestraram e amarraram o motorista dentro do porta-malas do veículo.

Matheus Alves dos Santos, de 21 anos, foi morto durante um assalto em Rio Branco  — Foto: Reprodução

Matheus Alves dos Santos, de 21 anos, foi morto durante um assalto em Rio Branco — Foto: Reprodução

A polícia foi acionada, iniciou a patrulha e avistou o carro descrito, foi feito o acompanhamento, dada ordem de parada, mas os criminosos saíram em fuga.

Durante a perseguição, os assaltantes botaram a arma para fora do veículo, foi quando começou a troca de tiros, de acordo com as informações da polícia. Depois disso, eles pararam o veículo e dois se renderam, um menor de 17 anos que foi apreendido e outro jovem de 19 anos foi preso.

Dados de 2021

Até o mês de agosto, o Acre já registrou 149 duas mortes violentas. O ano começou com 17 mortes em janeiro, seguiu com o mesmo número em fevereiro e subiu para 28 em março.

No mês seguinte, em abril, foram atendidos 18 casos de homicídios dolosos no estado acreano. O levantamento mostrou que em maio e junho houve alta nos registros de mortes violentas, sendo 19 e 21, respectivamente.

Em julho foi registrada uma queda de mais de 42% nos casos de mortes violentas e o número fechou em 12.

As mortes violentas voltaram a subir no mês de agosto e o mês fechou com 17 registros.

Por G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas