Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

No Acre, mulher come manga de cemitério no Dia de Finados: “tá cheia de vitamina”

_________________Publicidade_________________

Ao contrário de muitos, a dona de casa Eciene Coelho da Silva, de 40 anos, moradora do bairro Preventório, em Rio Branco, não se importa com o local enraizado pelos tradicionais pés de mangas, plantados dentro dos cemitérios. O São João Batista, um dos mais tradicionais na capital do Acre, foi o espaço que ela escolheu para saborear a fruta.

Inclusive, foi a primeira refeição de Eciene nesta terça-feira, 2, dia em que é celebrado o Dia de Finados. Ao ac24horas, ela contou não ter nenhum receio de comer o ‘fruto do cemitério’. “Foi Deus quem abençoou [a manga], está cheia de vitamina, e aqui tem mais vitamina ainda porque tem a decomposição, a química que vai para a fruta”, brincou.

Apesar de a dona de casa não se importar com a origem da manga, ela afirma que em sua família só ela tem coragem de comer a fruta vinda do cemitério. “Só eu como na minha casa porque os outros todos têm medo. Nunca vi nenhuma ‘visagem’, fiquei foi abençoada por Deus”.

Ela estava assistindo à missa no local quando decidi colher a fruta e sentar para saciar a fome. “E vou comer outra. Não vou levar para casa porque tenho um pé de manga lá”, disse.

Para ela, a missa tem o objetivo de relembrar os feitos de Deus através dos que já faleceram. “Vou só comer uma manga e vou para o meu lar. Gosto de comer ela pura mesmo, sem sal”, concluiu.

Em Rio Branco, são esperadas ao menos 80 mil pessoas pelos quatro cemitérios da capital acreana até o final deste Dia de Finados, conforme informou o secretário municipal de Zeladoria, Joabe Lira.

Via-Ac 24 horas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas