Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

No Acre, mais de 36,8 mil pessoas com comorbidades ainda não tomaram a vacina contra Covid

Cobertura entre os grupos prioritários é de 52% em todo o estado. Em Rio Branco, 11.920 pessoas com comorbidades tomaram a primeira dose.

_________________Publicidade_________________

Um balanço divulgado pela Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) mostra que das 48.793 pessoas com comorbidades que deveriam ser vacinadas com a primeira dose da vacina contra Covid19, apenas 11.920 foram vacinadas, ou seja 24% do total desse público. Os dados fazem referência até o último dia 18.

Ao todo, 36.873 pessoas com comorbidade ainda não tomaram a primeira dose.

Incluindo os oito grupos prioritários dessa fase na imunização, a cobertura também segue em 52%. O índice mais baixo no estado é no grupo de deficiência permanente, quando apenas 1% do público-alvo recebeu a primeira dose, 437 de 31.468.

Cobertura vacinal contra Covid segue baixa em Rio Branco

Rio Branco

Na capital acreana, a meta é vacinar 48.793 pessoas com comorbidade, mas apenas 11.920 receberam a dose da vacina até 18 de maio, segundo o levantamento. Ou seja, 24% do total.

Por isso, a Secretaria de Saúde Municipal (Semsa) está fazendo uma uma repescagem neste sábado (22) para imunizar pessoas com comorbidades contra a Covid-19 que ainda não tomaram a vacina. A vacinação segue até às 16h.

As doses estão disponíveis para grávidas e mulheres no período pós-parto com comorbidades, pessoas com síndrome de Down, deficiência permanente, pacientes renais que fazem hemodiálise e pessoas com comorbidades a partir de 18 anos.

A coordenadora do Departamento de Vigilância Epidemiológica de Rio Branco, Socorro Martins diz que as pessoas que se encaixam em algum dos grupos prioritários precisam procurar um posto para vacinação.

“Temos muitas unidades disponíveis, aguardando e traçando estratégias para chamar esse público. As grávidas procuraram bastante, mas, com a suspensão da vacina em grávidas sem comorbidades, tivemos uma redução muito grande”, destaca.

Ela reforça também que a imunização só é concluída com a segunda dose da vacina.

“Nosso maior problema também é as pessoas que não voltam para tomar a segunda dose, nossa cobertura de segunda dose não chega nem a 50%. Então, até apelamos e convocamos para que essas pessoas possam tomar a segunda dose.

Socorro diz ainda que a secretaria aguarda a chegada de mais vacinas para que possa entrar na quarta fase de vacinação, que englobaria professores e um público mais abrangente.

No painel de informações sobre o combate à Covid-19 do governo, consta que o estado recebeu 299.720 vacinas até este sábado (22).

Via-G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas