Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Ninho do Urubu: Defensoria e Ministério Público irão ao STJ por pensão maior às famílias das vítimas

Decisão foi tomada após julgamento do Tribunal de Justiça do Rio, que manteve decisão que reduziu os valores pagos aos familiares a cinco salários mínimos.

_________________Publicidade_________________

Defensoria Pública do Rio de Janeiro e o Ministério Público do estado vão recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para requerer a reanálise da decisão sobre o pagamento de pensão às famílias das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu.

Em dezembro do ano passado, o Tribunal de Justiça do Rio confirmou uma decisão que reduzia os valores pagos aos familiares a cinco salários mínimos. Esse é o valor da pensão mensal paga às famílias dos sobreviventes que ainda não fecharam acordos.

Flamengo não paga pensão a quem não fechou acordo

Além do recurso sobre o valor dado às vítimas, a Defensoria Pública recorre da decisão do TJ-RJ que desobrigou o pagamento de pensão por parte do Flamengo aos familiares das vítimas que ainda não fecharam acordo com o clube.

O incêndio no Centro de Treinamento do Ninho do Urubu, que deixou dez mortos e três feridos, já completou dois anos e meio. Até o momento, oito famílias e o pai de um dos garotos já se acertaram com o clube em relação às indenizações.

Desde a tragédia, a Defensoria Pública vem atuando nos pedidos de indenização às famílias das vítimas do incêndio, e defendendo a manutenção da decisão de primeiro grau que fixou em R$ 10 mil mensais os pagamentos às famílias. A instituição considera que esse valor é o mais justo enquanto perdurarem as negociações.

O incêndio

Um incêndio ocorrido na madrugada de 8 de fevereiro de 2019 deixou 10 mortos e 3 feridos no Ninho do Urubu, o Centro de Treinamento do Flamengo, na Zona Oeste do Rio.

O fogo atingiu o alojamento em que vivem os atletas da base do clube. No momento em que as chamas começaram, os garotos dormiam.

As vítimas mortas no incêndio são:

  • Athila Paixão, de 14 anos;
  • Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas, 14 anos;
  • Bernardo Pisetta, 14 anos;
  • Christian Esmério, 15 anos;
  • Gedson Santos, 14 anos;
  • Jorge Eduardo Santos, 15 anos;
  • Pablo Henrique da Silva Matos, 14 anos;
  • Rykelmo de Souza Vianna, 16 anos;
  • Samuel Thomas Rosa, 15 anos;
  • Vitor Isaías, 15 anos.

Por G1

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas