Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Necropsia de MC Kevin aponta 13 fraturas após queda do 5º andar de hotel no Rio

_________________Publicidade_________________

Causa da morte do funkeiro foi hemorragia subaracnóidea e traumatismo craniano, segundo laudo. Ele estava no Rio para um show e morreu no domingo (16) após cair da varanda do hotel onde estava hospedado. Polícia investiga o caso.

O laudo de exame de necropsia do funkeiro Kevin Nascimento Bueno, de 23 anos, conhecido como MC Kevin, aponta que ele sofreu 13 fraturas no corpo ao cair do 5º andar de um hotel na orla na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Segundo o laudo, MC Kevin sofreu hemorragia na cabeça, perfuração no pulmão e rompimento do fígado, entre outras lesões. O funkeiro também teve fraturas no nariz, no maxilar, na mandíbula e em 10 costelas do lado esquerdo do corpo.

A causa da morte foi hemorragia subaracnóidea (espaço entre o cérebro e o tecido que cobre o cérebro) e traumatismo crânio encefálico. O documento também indica que os ferimentos foram causados por “ação contundente”, o que indica que o corpo sofreu algum choque.

MC Kevin — Foto: Reprodução / Facebook MC Kevin

MC Kevin — Foto: Reprodução / Facebook MC Kevin

MC Kevin morreu no domingo (16) após cair da varanda do hotelonde estava hospedado. Ele morava em Mogi das Cruzes, em São Paulo, mas estava no Rio porque tinha feito um show em uma boate em Vila Valqueire, na Zona Oeste, no sábado (15).

O corpo de MC Kevin foi sepultado no Cemitério Parque dos Pinheiros, no Tremembé, Zona Norte de São Paulo, na manhã desta terça.

Momentos que antecederam a queda de MC Kevin, de acordo com depoimento da testemunha — Foto: Infografia: Guilherme Luiz Pinheiro/G1

Momentos que antecederam a queda de MC Kevin, de acordo com depoimento da testemunha — Foto: Infografia: Guilherme Luiz Pinheiro/G1

G1 RIO DE JANEIRO

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
Redação Juruá Online

Redação Juruá Online

Notícias Relacionadas