24 de maio de 2022   |   09:48  |  

booked.net

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Museu do Palácio Rio Branco está em preparação para ser reaberto ao público

Visitação estava suspensa desde o início da pandemia de Covid-19. Governo informou que está em processo de contratação de estagiário para fazer recepção.

_________________Publicidade_________________

Depois de um período de mais de dois anos fechado para visitação do público, o museu do Palácio Rio Branco, localizado na praça Eurico Dutra, no centro da capital acreana, vai reabrir ao público e está em processo de contratação de estagiário para fazer os atendimentos, segundo informou o governo.

No quadro “Destino Acre”, exibido no Jornal do Acre 1ª Edição, Thaly Figueiredo fez um passeio pelo local mostrando o que pode ser visitado no espaço.

O governo informou que o processo de seleção está em andamento e, quando concluído, o museu vai reabrir e que ainda não pode informar a data, apenas quando for concluída esta etapa.

O Palácio Rio Branco é a mais viva e simbólica obra sobre a história do povo do Acre. Sede do governo do estado, foi projetado pelo arquiteto alemão Alberto Massler e inspirado em edificações gregas do período neoclássico.

São dois andares: o primeiro piso abriga o museu aberto à visitação pública, com diversas salas temáticas e outros espaços que contam a história do Acre, por meio de objetos históricos, fotografias, vídeos e depoimentos.

Já o segundo andar, é reservado às atividades oficiais do governo acreano. Sendo que o primeiro ficou fechado por conta da pandemia.

Acostumados naquela época com as tradicionais edificações em madeira, o Palácio Rio Branco foi considerado uma inovação, ao ser construído todo em alvenaria. A obra, iniciada em 1929, foi inaugurada ainda inacabada em 1930 e concluída totalmente em 1948.

Entre 1999 e 2002, com seus sérios riscos e falta de manutenção, o Rio Branco foi fechado para uma ampla reforma. Após a revitalização, foi entregue à população e aberto à visitação de moradores e turistas. O tombamento, como Patrimônio Histórico e Cultural do Estado do Acre, veio em 2005. Três anos depois, em 2008, passou a ser, oficialmente, o Museu Palácio Rio Branco, que tem à sua frente o Obelisco dos Heróis da Revolução e a Fonte da Sagração.

Com informações g1.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

LEIA MAIS